Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sou Mais Eu...

Sou Mais Eu...

14.06.16

Hoje falo de mim...

soumaiseu

Há muito tempo que não o fazia. Este fim de semana acusaram-me de ser ríspida (sim, Madame, foste tu!). Não sou! Mas ando rabugenta! O marido diz que são falta de férias. Eu digo que tenho 44 anos e perdi a pachorra para certas e determinadas coisas e situações. Não sei quanto a vós, quarentonas que por aí andam e me lêem, mas eu assumo: não engulo sapos. Se tenho para dizer digo, se não gostam temos pena... era melhor terem tapado os ouvidos. Sei que isto me pode tornar numa pessoa estranha, impossível e até difícil de aturar, mas acredito que quem me conhece a fundo me sabe dar o valor e não se assusta com esta minha "resmunguice". A minha vida não é fácil, o meu caminho não é um mar de rosas... e se querem que vos diga prefiro assim. Aprecio mais uma rosa com espinhos do que uma "tratada" especialmente para não nos ferir. Sou assim. Cada vez estou pior. Ou melhor. Depende da vossa bitola. Não tenho medo de perder amigos porque acredito piamente que só resistem aqueles que realmente merecem o estatuto de bons amigos. É verdade que tenho saudades de alguns que ficaram pelo caminho, mas considero que se foram é porque não estavam no meu caminho. Rispidez, excesso de confiança, mau feitio, intolerância, arrogância, má língua, crítica... serei aquilo que vocês quiserem, mas acima tudo continuarei a ser eu! Só eu e mais ninguém! 

19.02.15

Outra vez sobre mim...

soumaiseu

Onde os outros vêem coragem, eu vejo irresponsabilidade....

Quando os outros olham com devoção, eu olho com cepticismo....

Tenho esta mania terrível de não me deixar enganar...

Ou melhor, também me deixo enganar como os outros (não sou mais do que ninguém)...

... mas como dizia a minha Avó, para lá chegarem tem de dar mil e uma voltas ao rabo! 

Pois é! 

05.02.15

Sobre mim...

soumaiseu

Sou como sou. Acho que evoluí no bom sentido, tornei-me numa boa pessoa. Gosto de mim! Tudo o que faço faço por bem, porque me apetece, porque tem de ser, porque me dá gozo, porque me faz sentir bem comigo, embora por vezes me sinta "obrigada a...", é normal, sou humana, todos temos os nossos dias. Posso parecer arrogante, prepotente, podem achar que sofro de um distúrbio qualquer de personalidade, uma espécie de narcisismo, mas a verdade é que gosto de mim assim, e não mudaria nada... Por isso meus queridos, ou me aceitam como sou, ou então vão todos para o raio que vos parta! Quem não consegue pôr-se nos meus calcanhares não tem de privar comigo! Andor!

12.08.14

Sobre mim.

soumaiseu

 

(Imagem daqui: http://agujeronegro2012.files.wordpress.com/2012/07/atlas_boris331.jpg)

Uma amiga disse-me "... se há pessoa que aguenta o mundo às costas és tu..." O fardo que carrego tem dias em que é pesado demais.... mas eu sou assim, um Altlas da modernidade... Sabe Deus a que custo o faço! Por isso antes de me julgarem, antes de me apontarem o dedo, antes de me criticarem, troquem comigo.... segurem o meu mundo nas vossas costas apenas durante uns breves segundos, porque acredito que nem durante um minuto conseguiriam tolerar o peso! Segundos, apenas segundos!

07.07.14

Post sem titulo porque não sei o que lhe hei-de chamar....

soumaiseu

Tenho andado numa fase de consolidação de certezas. Chego aos meus 42 anos com uma série de certezas que preferia nunca ter apurado... sinceramente, acredito que há coisas que é preferível não sabermos, porque a verdade por vezes magoa mais do que a incerteza, e reparem que digo incerteza e não mentira. Estou certa de que nunca fui uma filha desejada. Que nunca fui amada como uma criança dever ser. Nunca me foi dado um abraço desinteressado e quando existiam havia sempre algo para fazer de moeda de troca. Não sou especial, não sou querida, sou vista como a criada que sempre quiseram ter, a que lava, a que passa, a que limpa, a que cuida, o suporte quando os outros atingissem a velhice!. Não sirvo para mais nada! Sou acusada de ser fria e distante porque não consigo dar carinho a quem nada me dá em troca. Podia virar a mesa, ser mais eu, mas desta vez se o fizesse estaria a ir contra os meus princípios, e os meus princípios são algo que jurei que nunca perder. Ando triste, desanimada. Não à beira do abismo porque não me permito chegar lá. Decepção é a palavra com que convivo ultimamente. Dia após dia. Sinto-me mais do que triste, decepcionada, por tudo aquilo a que tinha direito e que nunca tive na verdade! Farta dos sarilhos dos outros, do egoísmo dos outros, das dores dos outros. E eu? Eu valho muito! Os outros é que não me dão o devido valor! 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D