Sexta-feira, 27 de Fevereiro de 2015

Mar de rosas?

Ser mãe não é sempre um mar de rosas. Por muito desenrascadas que sejamos, nós mães, somos sempre em alguma altura confrontadas com uma ou outra situação a que não sabemos reagir... Ontem a minha petiz chegou a casa triste. O dia tinha-lhe corrido mal. Quis ter a melhor nota no teste de matemática para conseguir ganhar um livro de exercícios do Sporting (sim a miúda tem sangue verde) que a professora ia oferecer ao aluno que tivesse a nota mais alta. Teve Bom, e o livro foi logo para a melhor amiga, a Margarida, que não só ficou com o livro como se recusou a emprestar-lho para o pai fotocopiar com um arrogante "Não me parece que seja boa ideia...". A minha filha não gosta de perder nem a feijões. Estudou muito e ficou frustrada com a nota que teve. Acreditem que não a instigo a ser assim, é dela esta característica de querer ser sempre a melhor em tudo. Para além disso anda aborrecida com a mesma amiguinha, parece que o duo foi enriquecido com mais uma menina e as brincadeiras das três deixaram de lhe agradar (ciúmes talvez...). A Rita tem uma maneira muito adulta de resolver os seus problemas, quis falar com a Margarida, não conseguiu porque a outra não lhe ligou nenhuma: mais uma coisa a frustra-la. Tudo junto resultou numa grande choradeira. E eu, como mãe, com o coração apertadinho, orgulhosa por ela desabafar comigo, mas triste por não ter uma solução mágica... Hoje a Rita acordou e depois de pôr na mochila um jogo de Dominó, disse-me que ia tentar mais uma vez resolver as quezílias com a Margarida, se não conseguisse ia brincar com o Afonso, ou mesmo sozinha...

Os problemas dos nossos rebentos, ao lado dos nossos problemas são grãozinhos de areia num mar de rosas, há que deixa-los crescer e ensina-los a lidar com as amarguras da vida... mas custa! Ó se custa! Mãe galinha sofre....

sinto-me: Destroçada....
publicado por soumaiseu às 14:49

link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quinta-feira, 29 de Maio de 2014

A espontaneidade das crianças.

Hoje fui buscar a Rita à escola. Enquanto a avó dos amiguinhos dela aconchegava as três mochilas dos netos num carrinho de compras, a Margarida, a melhor amiga da minha petiz, soltou um guincho (daqueles que as crianças soltam em décibés elevadíssimos e que nos perfuram os ouvidos decididos a atingirem-nos de forma a que os nossos tímpanos rebentem, sabem?). Perguntei-lhe:

- Então Margarida? 

- Estava a apetecer-me muito... soube tããão bem!

E soltou um risinho maroto e cheio de satisfação.. eu sorri com ela. Às vezes sabia-me bem poder fazer o mesmo...  Simplesmente guinchar! Só porque sim! 

sinto-me:
publicado por soumaiseu às 20:25

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.Agosto 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Mar de rosas?

. A espontaneidade das cria...

.últ. comentários

Obrigada pelas tuas palavras.... Estou a tentar, j...
Obrigada Nuno... 😢
Estás a ter um dia daqueles que todos os temos de ...
Conheço bem esse sentimento e uma destruição perma...
Muitos parabéns á Rita. Eu cá acho que não é só po...
Oh muitos parabéns ;)É sempre um orgulho!
As tendinites custam muito, o meu marido tem no om...
Pesquisa um pouco sobre alimentação.Muitas vezes a...
Obrigada! Este ano correu bem. Se bem que o meu ob...
Que bom! Foi um bom trabalho neste ano letivo! Que...

.favoritos

. Lembranças...

. Quando a personagem princ...

. 15 Conselhos sobre Escrit...

. Sim tenho vagina, não não...

. Disparates....

. sabem aquela mulher que m...

. O que fiz no domingo?

. O anuncio que hoje me fez...

. Toda as mortes são premat...

. O Pai Natal

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds