Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sou Mais Eu...

Sou Mais Eu...

29.11.20

Leituras...

soumaiseu

O Amigo Imaginário de Stephen Chbosky. Fui atraída pelo titulo e pela capa. Andei a namora-lo um ror de tempo. Sempre que passava por ele lá estava eu a acariciar-lhe a lombada, a ler pedaços soltos das suas 863 páginas. Sim são essas todas. Gosto de livros com cabedal, grandes, grossos, pesados. E depois de já ter lido uns quantos capítulos directamente na Net eis que o marido mo oferece pelos anos.  Foi a minha estreia neste tipo de literatura de thriller/suspense/terror. E até gostei. Demorei a afeiçoar-me às personagens. Acho que primeiro gostei da história, fiquei presa pela escrita do autor e pela sua capacidade de nos impedir de respirar. Depois lá vieram as personagens e claro aos  poucos surgiram as preferências. É um livro que nos faz viajar na imaginação e nos desafia. Que por várias vezes nos leva  a pensar que a história já terminou para logo a seguir percebermos que ainda só vamos a meio, e há voltas e revoltas, várias vezes, tudo é trocado, invertido, baralhado. Fascinante. Brutal. E simultaneamente muito humano. Cheio de amor... Curiosos? Leiam...

1540-1.jpg

 

12.10.15

Mais um desafio...

soumaiseu

L de LIVROS

livro-e-pc3a1ginas-voando.jpg

Veio da Miss Ana e estava prometido há já algum tempo...

 

★ Estou a ler:  Jesus, A Conspiração, de Bill O'Reilly e Martin Dugard. Um livro interessante que nos mostra o contexto sócio-cultural e económico da época em que Jesus viveu. Muito interessante! Recomendo!

 

★ O meu livro favorito quando era pequena: Comecei a ler livros já tarde. Os primeiros que li foram uma colecção de Lendas e Narrativas do Antigo Egipto, da Antiga Grécia e da Antiga Roma. Mas um livro que li e adorei foi O Diário de Ann Frank

 

★ Estou ansiosa por ler: Christopher Paolini. Estou curiosa para saber se ele consegue escrever mais alguma coisa para além da saga do Eragon e da Saphira e ver para que lado ele se vai virar... Se é que vai ser capaz de escrever mais alguma coisa...

 

★ Um livro que mudou a minha vida: Nenhum. Os livros não mudam a minha vida, quando muito suavizam ou inflamam a minha maneira de viver...

 

 ★ O meu livro favorito para dar como presente: Também nenhum. A leitura é algo muito pessoal, o que eu gosto pode não ser interessante para os outros. Por regra só ofereço livros se tiver a certeza que a pessoa quer ler aquele livro em concreto. 

 

★ O que está na minha mesa: Neste momento estou a preparar-me para começar a fazer um levantamento cultural e etnográfico para o nosso Rancho, por isso em cima da minha mesa tenho livros sobre Cinfães. Uma mãozinha? 

 

★ Organizo a minha estante de acordo com: Livros técnicos e escolares num lado e romances no outro. E dentro destes organizo-os por tamanho de livros e grossura das lombadas... são pancas!  :-)

 

★ Adoro ler porque: Me transposta para um mundo longe da realidade. O que gosto na leitura é este poder de me abstrair, de voar para sítios distantes, poder conhecer outros mundos, aprender com outras gentes sem sequer sair do meu cantinho... Um livro que não tenha nada para me ensinar não me diz nada. 

 

★ Um livro do qual nunca me vou separar: As Mais Belas Orações a Deus, de Cunha Simões. Um livro que foi uma oferta de uma amiga muito especial que vive em França e que mo ofereceu antes de partir. Ela sempre foi crente e eu estava a redescobrir a minha fé. Deu-me o livro certo na altura certa. Obrigada Isabel! 

 

 Se pudesses entrar num livro, que livro escolherias? Serias a personagem principal? Tão Veloz Como o Desejo, de Laura Esquivel. Uma história de amor e desencontro que nos enche o coração, e olhem que não costumo gostar de livros lamechas, mas este livro é muito especial... Ensina-nos muito! Qualquer personagem deste livro é fascinante... 

 

E pronto! Desafio apenas duas pessoas que estão dispensadas de o fazer se já o tiverem feito claro está. Se mais alguém quiser participar, não tenham vergonha... Levem! Levem! 

Anabela

Nocas

 

06.08.14

Livros

soumaiseu
Cerca de 500 páginas devoradas em menos de um mês. Um livro brilhante, muitíssimo bem escrito, com uma excelente sequência que nos nos prende, que nos faz querer saber mais, ler mais, "... só mais uma página, e só mais outra, e já agora só até chegar ao fim do capitulo... mas agora preciso de saber o que vem a seguir, é só mais um parágrafo...  mas já passa da 1 da manhã... tenho de ler só mais um bocadinho, até me dar o sono... (o sono que nunca mais chega)..." e entretanto vamos lendo mais um bocadinho.... Assim se devora um livro em três tempos. Muito bom! Mesmo! Leiam! Não se vão arrepender...
10.07.14

O que ando a ler.

soumaiseu

 

 Este dois vem juntos, Madeleine Hunter, As Regras da Sedução e Jogos de Sedução. Nenhum deles me fascinou e gostei mais do segundo, gostei mais da história, apesar de ser a continuação do livro anterior, e simpatizei mais com as personagens. São pessoas mais normais, mais próximas de nós. Contudo não fiquei fascinada por esta escritora. Não me diz muito.

 

 

Anita Shreve, A Casa na Praia. Li todo porque sou teimosa mas não gostei nada. Não gostei da história, achei-a sensaborona, as personagens não me fascinaram e a escrita da autora "aos bochechos" irritou-me. Fiquei de tal maneira saturada que tenho ali outro desta escritora para ler. Pensei em lê-lo logo de seguida convencida que poderia mudar de ideias, este segundo livro já está escrito de uma forma "corrida" e normal, talvez eu não tenha gostado apenas do primeiro.... mas não passei da segunda página! Arrumei-o no fundo do monte dos livros para ler e agarrei-me a outro de outra escritora que me conquistou logo no primeiro parágrafo. Ao ler Anita Shreve, e falo apenas com base no único livro que li, A Casa na Praia, fico com a sensação que qualquer um de nós consegue escrever um livro como ela, de tão básico e sensaborão que me parece ser... Sim, eu sei que sou má língua! Não é de certeza assim tão fácil. Mas eu gosto e escritores brilhantes e livros gordos... Tana French e o seu A Semelhança, este sim, este está a fazer as minhas delícias.

 

PS. Noquitas, obrigada mais uma vez por partilhares comigo os teus livros. Não tens culpa que eu seja esquesita e ande na fase do "não gosto"...  *_*

21.04.14

"A Promessa"

soumaiseu
Livro gentilmente cedido pela minha amiga Nocas, do blog http://maetambemmulher.blogspot.pt/, e que devorei. Li-o em 13 dias, contudo a minha opinião sobre ele é variada. No inicio adorei-o. Depois fiquei expectante. O fim decepcionou-me. Estamos perante uma mulher mentalmente afectada, que se "embrulha" em premonições e que foge a sete pés de tudo e mais alguma coisa, que foge do dom da sua família e do seu próprio dom, que foge das rendas... aliás o livro fala muito em Bruxas, praticantes de Magia Branca, leituras nas rendas, mas tem muito pouco sumo. Eu gosto de ler sobre esses assuntos, logo esperava mais, muito mais! O final do livro a mim parece-me forçado, lógico, mas forçado, com muitas perguntas no ar e muita coisa por justificar. Uma leitura leve, magnética, mas quanto a mim com muito pouco sumo. 
21.01.14

Acabei de ler este livro...

soumaiseu
E adorei! Um livro fabuloso, envolvente como um bom vinho. Aliás, dei por mim com vontade de provar alguns vinhos só por causa deste livro (e olhem que eu nem sou apreciadora...) As Jackapple despertaram-me a curiosidade, as milhentas sementes disto e daquilo, as inúmeras informações agrícolas, hortícolas, herbícolas, tudo o que tem a ver com a terra, com o rural, com o campo.. deixei-me transportar para as terras alagadas, os cheiros a chuva e a pântano enlameado, senti o sabor das frutas, das uvas, do agridoce das garrafas de vinho falantes e gozonas... Brilhante! Leiam! É o que vos digo!
P.S. Noquinhas, obrigada por me teres emprestado também este livro. Fez as minhas delícias... 
24.09.12

Novo livro

soumaiseu
(Imagem retirada da net)
Acabadinho de ler, e lido em muito pouco tempo. Contudo, não foi uma leitura que me deslumbrasse, apenas o tema me cativou. Não ri que nem uma perdida, nem chorei como se não houvesse amanhã como já me aconteceu com outros livros (Marley e Eu por exemplo)... Não percebo o titulo, acho que de diário o livro tem muito pouco, pelo menos não corresponde à minha noção do que seria um diário... Quando à escrita, percebe-se à légua que é escrito por uma jornalista: demasiado assertivo, demasiado jornalístico... quando a mim falta-lhe emoção! Critica muito o famoso método de treino do Cesar Millan, e passa-se a ideia de que o método da recompensa é mais justo e menos agressivo. Um livro que se lê embora não nos prenda!
01.08.12

Carta ao ao Pai - Franz Kafka

soumaiseu

 

Acabei de ler este livro. Pelo que me consta, e se não estou em erro, a primeira edição data de 1919. Já tinha este livro cá em casa mas nunca me deu para lhe pegar... no entanto há menos de uma semana o marasmo literário obrigou-me a olhar para ele, já tinha ouvido falar de Kafka... Porque não? Um livro muitíssimo actual apesar da sua antiguidade que fala na falta de diálogo entre pai e filho, dos equívocos que se formam quando o silêncio se instala... do ressentimento, da dor, do afastamento! Tão actual... vi-me reflectida nalgumas passagens... poderia chamar-se "carta à mãe", ou "Como arranjar sarilhos"... "Como destruir um filho"... Um livro comovente!


Deixo-vos um excerto:

"... Bastava estar feliz com qualquer coisa, realizado, chegar a casa e falar nisso, e a resposta era um sorriso irónico, um abanar de cabeça, um tamborilar com os dedos na mesa: "Já vi coisas melhores!". Ou "Diz lá quais são os teus problemas"  ou " A minha cabeça não tem o descanso da tua" ou "Há-de servir-te de muito!" ou .... É claro que não se podia esperar de ti entusiasmo por qualquer bagatela de criança, quando vivias cheio de problemas e atormentado... A questão é que, por principio, tinhas de provocar esse tipo de decepção numa criança, devido à tua natureza contrária... A coragem, a força de decisão, a confiança, a alegria por isto ou por aquilo não se aguentavam até ao fim quando tu te opunhas ou apenas por pressupor a tua oposição..."

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D