Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sou Mais Eu...

Sou Mais Eu...

07.09.16

Por cá...

soumaiseu

As coisas correm de forma estranha. Não é fácil. O sogro tem momentos de apatia. Passa partes da noite sentado na cama porque não tem sono. Levanta-se de noite para ir à casa-de-banho mas não a encontra e acorda a casa toda com o traulitar da sua bengala. Já de dia é capaz de estar sentado horas a fio na borda da cama sem sair de lá. Se lhe pergunto se quer vir para a sala ou cozinha ver televisão diz-me que não, que fica ali mais um bocadinho. Não quer luz porque diz que para o que está a fazer a luz que tem chega bem. Passeia-se de cueca-fralda pela casa. Vai à casa-de-banho e deixa as portas abertas. Perdeu a consciência do que faz, do que come. Não tem qualquer pudor em me pedir que o ajude a trocar de fralda-cueca. Come por impulso: enquanto houver comida e bebida (normalmente sumo de limão com adoçante porque o sogro é diabético e não gosta de água) não consegue parar de comer. Tem laivos de agressividade. Refila com a neta porque faz barulho e não o deixa ouvir o noticiário... é  agressivo para com a minha mãe porque tira os tachos da mesa sem lhe perguntar antes se ele ainda quer comer mais (quando já se tinha servido três vezes)... 

Não sei se estou a lidar bem ou mal com ele e com a situação, a verdade é que não sei bem o que fazer, nem como reagir... sinto-me em carga constante... non-stop. 

23.07.15

Fomos ao cinema!

soumaiseu

inside-out-movie-picture-hd-wallpaper_pqnj.jpg

 

Na segunda feira fomos ao cinema (aproveitámos a McBox do Mc Donald's) e fomos ver o Inside Out (Divertida Mente). Que esperavam? Tenho uma miúda! Por enquanto as idas ao cinema ainda são ditadas por aquilo que ela quer ver. Sobre o filme, gostei, mas não encontrei um filme hilariante e super divertido. Encontrei antes um filme dramático com uma perspectiva interessante sobre o funcionamento do cérebro de uma adolescente que está a atravessar uma fase complicada. A melhor parte? Já depois do filme ter acabado, na parte das letras miudinhas, um gato numa soleira da porta, no seu cérebro uns quantos gatos, uns a brincarem, outros a rebolarem-se, e outro a passear-se por cima dos comandos do cérebro e o gato da soleira aos saltos a ter um ataque de uma qualquer coisinha má, como se tivesse levado um choque eléctrico.... A piada disto? É que eu tenho uma gata assim, que tem cheliques. Quando vi aquilo pensei "A Tucha tem um gato em cima dos comandos do cérebro..." e ri que nem uma perdida ao ponto de chegar às lágrimas! Quando já todos se levantavam para sair eu continuava a rir com o meu marido e a chorar que nem uma perdida perante o olhar divertido da nossa filha. Qualquer dia ela não me deixa ir mais ao cinema com ela... Sem dúvida a melhor parte do filme: o gato em cima dos comandos! Muito bom! 

13.04.15

O que me vai na cabeça...

soumaiseu

Hoje dei comigo a pensar que quando eu partir quero que a minha filha sinta a falta do meu sorriso, do meu olhar, do meu mimo, do meu "colo", quero que sinta saudades das nossas conversas, que sinta falta da nossa cumplicidade, que sinta falta de mim... Não quero que se sinta aliviada por finalmente poder respirar livremente, não quero que sinta que só nessa altura é livre de esticar as suas asas. E acho que estou no bom caminho quando oiço a minha petiz dizer-me:

- Mamã, as minhas melhores amigas são três, primeiro a Ana Maria, depois em segundo tu e só depois a Margarida...

E fico orgulhosa daquilo que tenho vindo a conseguir... estaria a mentir-vos se vos dissesse o contrário!

05.06.13

Não ando bem...

soumaiseu

A minha vida ultimamente é uma enxurrada de problemas. Uns atrás dos outros. Quando levo uma ripada que me dobra as costas penso que não posso ficar pior, mas logo a seguir levo outra ripada que me dobra ainda mais o costelado... E eu que faço? Sou humana... tenho dias de profundo desespero, choro como se não houvesse amanhã, acordo com os olhos inchados... suspiro imenso, ando sempre envolta em pensamentos, e às vezes basta o recordar de uma pequena frase para que tudo descambe novamente, e fico outra vez no chão... Depois passam uns dias e eu levanto-me! Sem custo, não se iludam. A tempestade já passou. Não fui feita para ficar enroscada a um canto a maldizer a vida... afinal na minha vida há muita coisa boa! Nem tudo são decepções, gente chata, e etc's... E já passou... Qualquer dia levo outra ripada e volto a cair... Hoje dei por mim a pensar que há-de haver um dia em que caio e não me levanto mais... Mas não! Eu hei-de sempre levantar-me porque me recuso a ficar lá em baixo... o abismo não é para mim... 

 

PS. E com esta história toda já perdi mais peso.. é que os nervos e a decepção tranformam-me a comida em palha e destroiem-me o apetite! Oh, que chatice! Após a tempestade a bonança... Não há como uma cesta bem cheia de sarilhos para me fazer emagrecer! 

17.12.12

"Estás com um ar cansado..."

soumaiseu

A verdade é que ando emocionalmente cansada... Mas não pensei que se reflectisse por fora... é normal que assim seja mas não pensei nisso. Ando cansada de aturar as parvoíces dos outros, de saber que quer faça uma coisa ou outra nunca será a correcta, faça o que fizer nunca será suficiente... farta de estar sempre a ser julgada, de não ser respeitada... farta de ser sempre eu a corda que não rebenta! Sempre tive uma relação estranha com os meus pais, principalmente com a minha mãe, ficou muita coisa por dizer, muita coisa por explicar, muito ressentimento... arrumo as coisas todas a um canto da minha cabeça mas não as esqueço.. consigo perdoar, mas nunca esquecer... e talvez por isso por vezes torna-se difícil lidar com alguém que cobra sempre mais, que nunca está satisfeita com nada, que gosta de ver os outros sofrer e  que usa o sofrimento como uma espécie de forma de poder. Não gosto de falar sobre mim, sou como sou. Orgulhosamente mais eu.. ainda assim a minha rede de segurança é frágil.... Que falta me fazem os ensaios do rancho para desanuviar! Voltem depressa por favor antes que eu vire a mesa!

19.09.12

Terapia da fala no horizonte!

soumaiseu

Hoje a Educadora disse-me que a Rita falava à miminho... e que se não apresentasse melhoras nos próximos meses que teriamos de fazer terapia da fala! Não é nada que me espante: eu sei que a Rita transforma o som "r" (caro, carocha, laranja) em "i"... e que só diz bem o "L" (Lisboa, lua, lagarto) quando lhe apetece. Enquanto mãe insisto milhentas vezes na correcção do som e só páro quando começo a perceber nela cansaço e frustração... resultados? Hummmm.... Lembrei-me hoje que quando eu entrei para a Primária dizia mal "água" que eu dizia "áua" e "frigorifico", que dito por mim saía "fligolifico"... e de repente tive consciência que tal como a minha filha também  eu tinha problemas com o"r"! A mim nunca ninguém me corrigiu. Na altura não se falava em terapia da fala, e os meus pais com o seu baixo grau de escolaridade nem para eles sabiam quando mais para me corrigirem.... Ficou essa tarefa para a Professora Angelina Sousa, que à boa moda antiga me envergonhou perante toda a classe... lembro-me que a partir daí decidi que não ia mais abrir a boca! E assim nasceu o bichinho do mato exageradamente tímido que em mim coabitou até muito tarde. É por isso que fico abismada quando oiço alguém dizer "Quem dera ser outra vez uma criança!"... Credo! Eu não! Nunca na vida! 

31.07.12

E é oficial....

soumaiseu

 

 

(Da net)


A minha Rita entrou para a pré-escola! Em Setembro lá vai ela iniciar uma nova fase da sua vida... 

..... 

Por mim passam uma série de sentimentos, uma amalgama de emoções... numa altura em que eu não estou nem ando bem, quando roço o limiar da depressão, e sei que é o limiar porque já por lá andei várias vezes e sempre consegui virar costas ao abismo, tudo me parece maior, mais confuso, mais stressante!

Deus, por favor! Estica-me a Tua mão que eu preciso muito dela! 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D