Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Sou Mais Eu...

Sou Mais Eu...

15.06.15

As minhas teorias...

soumaiseu

Quando somos jovens é fácil acreditar no amor materno (no normal, não naquelas aberrações que tanto se ouvem por aí agora). Se apenas conhecemos aquela forma de amor, cremos nela... até ao dia em que nós próprias nos tornamos mães. E aí passamos a ter a nossa própria medida... Hoje sei, agora que também eu sou mãe, que nunca fui amada como deveria ter sido. Para mim Deus reservou um amor egoísta, egocêntrico, invejoso... Não se pode amar um filho quando pomos o nosso bem estar acima do dele, não se ama um filho quando a melhor fruta é para nós, quando achamos que os nossos filhos tem obrigação de nos servir incondicionalmente... quando achamos que apenas os velhos precisam de ser respeitados, quando queremos para nós um carinho egoísta que não somos capazes de retribuir em circunstância alguma. Não! Isto não é gostar de um filho! Hoje eu sou mãe! Hoje tenho uma filha! Hoje eu sei que nada se sobrepõe à minha filha, nem eu nem ninguém... Se dói esta forma de desprezo? Já não... resta-me apenas a mágoa. Nada mais... o resto é pura obrigação e dever.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
  183. 2007
  184. J
  185. F
  186. M
  187. A
  188. M
  189. J
  190. J
  191. A
  192. S
  193. O
  194. N
  195. D