Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2017

O Explorador...

Enquanto varria a casa dei com o sogro a vestir umas calças por cima do pijama.

- Então? Veste as calças por cima do pijama?

- Não faz mal! Assim estou mais quente.

- Está bem! Já não volta para a cama?

- Não.

- Quer que lhe ligue a televisão?

- Não, não quero televisão. Primeiro vou tratar dumas coisas que tenho para tratar.

- Que coisas?

- Vou lá fora à hortaliça...

- Deixe lá a hortaliça, eu daqui nada trago-lha quando for buscar a Rita à escola...

- Não é para comprar! É para vender!

- Vender?

- Sim, quero ver se arranjo alguma coisa para vender. Se der algum deu, se não der paciência...

Pensei para comigo "pronto, lá vamos nós passear outra vez..." Entretanto lembrei-me que o sogro é viciado em noticias e pus-lhe a televisão no seu canal preferido, a SIC Notícias. Ele saí do quarto e eu insisto:

- A televisão da sala já está ligada...

- Não quero televisão. Vou dar uma volta...

Começo a stressar...

- Onde? Ó pá! Não me diga que hoje há passeio?! Olhe que está frio....

Ri-se e com ar de gozo responde-me:

- Vou dar uma volta vou.... - faz uma pausa para ver a minha reação e continua - mas vou dar uma volta mas é aqui em casa!

Olha o engraçadinho, hein? Para a próxima dou-lhe uma vassourada!

(E acabou por ficar grudado nas notícas e já não foi em "busca da hortaliça"....)

sinto-me:
publicado por soumaiseu às 10:39

link do post | comentar | favorito (1)
Terça-feira, 17 de Janeiro de 2017

O Explorador...

Hoje de manhã. Tocam a campainha para entregar uma encomenda. O sogro, que passa as manhãs deitado, levanta-se. Digo-lhe que se deixe estar que eu trato do assunto. Vou à porta, recebo a encomenda e volto a trancar a porta (desde a última vez que o sogro fugiu de casa mantemos a porta fechada à chave e as chaves no bolso). Cruzo-me com ele, está de pé no corredor. Diz-me que vai para a sala. Acendo-lhe a televisão e ligo o aquecedor. Regresso aos meus afazeres. Um minuto depois oiço alguém a mexer constantemente na fechadura à bruta e a abanar a porta toda. É ele.

- Então? O que está a fazer? Para lá com isso que ainda me estraga a fechadura....

- Quero abrir esta porta.

- Para quê? A porta está fechada. 

- Mas quero abri-la. Ouvi chegar um carro e quero ir ver quem é...

- Qual carro? Vá à janela da sala que dá para a rua. Vê de lá. A porta não dá para ver nada... (vivemos num primeiro andar sem clarabóia ou janela, só indo mesmo à porta do prédio é que se vê a rua em si. A alternativa é a varanda.)

- (Aos gritos comigo já claramente irritado) Abre-me a porta. Já te disse que quero ir lá fora. Tens a porta fechada porquê? Do que é que tens medo? Ninguém te faz mal...

Contrariada abro-lhe a porta. Ele começa a descer as escadas.

- Vai outra vez de pijama para a rua?

- E se fôr? Ninguém me dá outro. 

Saiu. Ficou na rua em frente à porta do prédio a ver passar os carros. Eu cá de cima da varanda guardei-o. Até que se cansou e veio para cima. 

- Então? Está calor não está? Ainda apanha alguma carraspana que eu depois quero ver como é!

- Qual carraspana! Eu não tenho frio. Nasci no meio do frio não tenho medo dele...

- Até um dia... - disse-lhe eu!

Voltei a fechar a porta à chave perante o olhar critico dele. Ele não disse mais nada e eu também não... 

Oh vida! 

sinto-me:
publicado por soumaiseu às 12:03

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito (1)
Quarta-feira, 11 de Janeiro de 2017

O Explorador foge de casa...

Onze e meia da manhã. O sogro, que costuma passar as manhãs a dormir, depois de uma boa ressonadela acorda em delírio, sai da cama, apanha-me distraída na cozinha e antes que eu me aperceba já ele está a sair de casa. Apercebo-me da porta a abrir e de umas chaves a tilintar: tenta fechar a nossa porta de casa com as chaves da casa dele. 

- Essas chaves não são daí... Que está a fazer de porta aberta?

- Vou à Missa. 

- A esta hora? A Missa foi de manhã às 9.30h. Agora não há Missa.

- Não há o quê?! - responde com agressividade - Combinei com umas pessoas. 

- Combinou com quem?

- Com umas pessoas e agora tenho de ir. Compromissos são compromissos.

- Mas vai onde? Não vê que está de pijama?

- Bah, deixa-me ir...

E sai pelas escadas abaixo. Só tive tempo de vestir um casaco e calçar as botas. À porta do prédio dois vizinhos dizem-me qual a direção que ele tomou. Sigo-o de longe porque sei que não saberá voltar para casa sozinho. Entra na Igreja. Ao sair dá de caras comigo.

- Afinal a Missa já foi...

- Eu não lhe disse? Porque é que você não acredita em mim?

- Mas ia haver aqui qualquer coisa, se não é aqui é lá em cima na Igreja da Portela.

- E vai a pé para a Portela? De pijama?

- Vai-te embora que eu lá irei ter...

E continua a deambular. Segue a rua sempre em frente, mas quando a estrada acaba e é forçoso virar à direita ou à esquerda ele bloqueia tal como eu esperava, e fica completamente perdido sem conseguir avançar mais um passo que seja. Entretanto falo com o filho que lhe liga para o telemóvel. Aproximo-me.

- Então? Já podemos ir para casa?

- Vamos então. Também estou à rasca para mijar...

Lá veio atrás de mim. Não sem antes tentar fazer o caminho para a sua antiga casa.

- Sr. Norberto, você já não está nessa casa, entregou-a, lembra-se? Agora está connosco. Venha comigo que eu sei o caminho. 

E eu, que esta noite acordei às 6.30 da manhã e já não voltei a dormir graças ao sogro (encontramo-lo mais uma vez desperto, sabe-se lá à quanto tempo, sentado na cozinha, recusando-se teimosamente em ir para a cama), estou irritadíssima... Estou cansada e com os nervos em franja! Era só o que me faltava agora: um sogro que para além de chanfrado também gosta de vaguear.... Que nóia!

publicado por soumaiseu às 12:47

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 10 de Janeiro de 2017

O Explorador....

IMG_20170110_103850.jpg

(Foto minha: Boneco antigo, que era meu, passou para a minha filha e que temos a decorar a casa-de-banho)

Segundo o marido (porque eu ferrei no sono e não dei por nada), o sogro hoje aterrorizou a existência deste boneco. Às duas da manhã agarrou no desgraçado e quis fazer um tampão com ele. Sentou-se na cozinha com o dito na mão enquanto estudava as suas hipóteses.

- Que tampão? 

- Um tampão. Já vais ver!

- Mas isso é da Rita -  dizia-lhe o filho.

- Mas vou fazer um tampão...

O filho não se atreveu a sair de ao pé dele com medo que ele resolvesse esquartejar o boneco. Até que se cansou e o largou dizendo que afinal não dava...

Nem os bonecos da Rita escapam ao terror do Indiana Jones cá de casa... Oh, vida! 

publicado por soumaiseu às 12:02

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito (1)

.mais sobre mim

.Agosto 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Sobre o Explorador...

. Ritanhês (On hollidays co...

. O explorador

. O explorador...

. O Explorador....

. O Explorador...

. O Explorador....

. O Explorador....

. O Explorador: Noite de As...

. O Explorador...

.últ. comentários

Obrigada pelas tuas palavras.... Estou a tentar, j...
Obrigada Nuno... 😢
Estás a ter um dia daqueles que todos os temos de ...
Conheço bem esse sentimento e uma destruição perma...
Muitos parabéns á Rita. Eu cá acho que não é só po...
Oh muitos parabéns ;)É sempre um orgulho!
As tendinites custam muito, o meu marido tem no om...
Pesquisa um pouco sobre alimentação.Muitas vezes a...
Obrigada! Este ano correu bem. Se bem que o meu ob...
Que bom! Foi um bom trabalho neste ano letivo! Que...

.favoritos

. Lembranças...

. Quando a personagem princ...

. 15 Conselhos sobre Escrit...

. Sim tenho vagina, não não...

. Disparates....

. sabem aquela mulher que m...

. O que fiz no domingo?

. O anuncio que hoje me fez...

. Toda as mortes são premat...

. O Pai Natal

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds