Terça-feira, 1 de Dezembro de 2015

Coitadinho...

Ao meu cão tudo acontece... Não basta ter 14 anos, estar velho e cheio de artroses nas patas, ter um problema cardíaco, estar praticamente cego e quase surdo... agora partiu uma unha da pata da frente rente ao sabugo. Coitadinho do bicho! Cachorro sofre! Valem-nos as meias antiderrapantes de bebé da Rita para segurar a ligadura na pata e evitar "patinagens artísticas"...

 
 
 
 
sinto-me:
publicado por soumaiseu às 12:29

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 12 de Abril de 2014

Esta semana não me correu bem....

Mesmo nada!

Segunda-feira fui com o Doggy ao Veterinário, estamos com controlo mensal por causa do coração, o Dr. Roberto Silva disse-me que o meu cachorro está a piorar. As válvulas do coração não fecham como deve ser, com o tempo quente o cachorro "vai começar a passar-se, o calor piora". Trouxemos mais uma receita de um medicamento para aviar e ter em casa para lhe dar quando entrar em crise e começar a ter tosses cardíacas constantes. O que é certo é que com a mudança de tempo o Doggy já começou a acelerar, tem passado as noites a passear-se ininterruptamente pela casa: casa-de-banho -» quarto; quarto -» casa-de-banho... Eu acordo com o caminhar dele, sobressalto, venho dar-lhe água fresca, abro a janela da sala para que ele possa refrescar-se... e entristece-me o facto de não poder fazer muito mais! O meu cão está a piorar, a velhice está implacável, a doença também, e eu nada posso fazer a não ser dar-lhe mimos e carinho....

Quarta-feira zanguei-me com a minha prima. "Zangam-se as Comadres ouvem-se as verdades" é o que diz o ditado, mas não é o caso. Digo-vos apenas que não fiz nada, estou de consciência limpa, sempre fiz o que me parece correcto e nunca aquilo que os outros fariam, e claro que por vezes há dissabores... A minha mãe disse-me que "Não é bom as Comadres zangarem-se, traz má sorte aos afilhados..." A mim parece-me que traz má sorte é mesmo às comadres:

Ontem de madrugada parti o dedo mindinho do pé! Sim, ouviram bem, e devo dizer-vos que é a segunda vez que me acontece, por isso percebi logo o que tinha acontecido. É o que faz acordar de noite esbaforida porque a filha está a chorar no quarto ao lado e na azáfama de lá chegar rapidamente mandar um valente pontapé no rodapé da parede. Às 4.30 da madrugada estava eu no Hospital de S. José, diagnóstico confirmado. a "Galinha" partiu o dedo da pata. Esperam-me 15 dias a fazer talas e chinelos de enfiar o dedo quer chova quer faça sol. Eu e os pés! O baptismo não me deve ter chegado aos chispes! 

Só comigo e com mais ninguém! 

sinto-me: Enfim...
publicado por soumaiseu às 13:54

link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito
Terça-feira, 31 de Julho de 2012

A história do Doggy...

(Foto minha)


Nunca tive cão! O marido já tinha tido um quando namorávamos, o Jollie, que morreu de velhice e foi um grande desgosto para ele... Um dia eu recebi  um email no trabalho a dizer que se davam labradores e não descansei enquanto não o arrastei até ao sitio! Escolhemos-nos mutuamente, ele era um cachorro refilão, peguei nele e rosnou-me, eu achei-lhe graça e já não o larguei... era preto, gordo e cheio de personalidade! Tinha apenas um mês e cabia na palma da minha mão! Quis que a Dona mo guardasse mais um mês porque o achei muito bebé, mas ela, talvez por medo que não o fossemos buscar impingiu-nos logo ali o cachorro dizendo que ele já se criava... E criou! Mas tivemos de o alimentar de noite e de dia, de 4/4 horas com leite próprio para órfãos, à colher, porque ele rejeitava os biberões próprios para a coisa, depois tivemos de o ensinar a beber água que ele não queria de maneira nenhuma, ensiná-lo a comer comida de lata, e mais tarde ração! Foi como criar um bebé, por isso dizemos que o Doggy é o nosso filho mais velho! E por falar em Doggy, foi ele próprio quem escolheu o nome... experimentámos vários, ele não reagia a nenhum... até que num acesso de carinho lhe chamámos Doggy, e Doggy ficou! É um cão muito especial! Cheio de personalidade, mas não mau, refilão sim, talvez até um pouco teimoso mas muito meigo e inteligente! Quando fiquei grávida o Doggy vinha lamber-me a barriga... e a Rita ia-lhe dando uns pontapézitos em jeito de agradecimento! Ele era capaz de ficar ali horas, ele a lamber, ela a dar pontapés... são inseparáveis! Ainda hoje tem a mania de se deitar com um brinquedo dela, vai buscar uma tralha qualquer e dorme com ela... seja um carrinho, uma boneca ou um peluche! A Rita não sabe assobiar, mas faz um barulho agudo, semelhante a um assobio que o Doggy reconhece à légua... basta ela fazê-lo para que ele venha a correr ver o que a Menina quer! É um cão especial! Costumo dizer que por mais cães que venha a ter dificilmente algum será como o Doggy, tão especial que ele é... poderá ser diferente, parecido, mas igual não!

sinto-me:
tags:
publicado por soumaiseu às 11:47

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 30 de Julho de 2012

11 anos... chega facilmente aos 13!

(Foto minha)


Foi assim que o Dr. Roberto Silva (um veterinário fantástico, dos melhores que já conheci) nos disse o mais amavelmente possível para nos irmos habituando à ideia de que o nosso canito está a ficar muito velhote... Para chegar aos 13 são só mais dois anos!... Tão pouco tempo! Nem gosto de pensar na ideia... Como é que serão futuramente os meus dias sem ter o grandalhão do Doggy cá em casa, sem tropeçar nele milhentas vezes quando está deitado no corredor às escuras... sem ter quem se deite no meio de mim e do marido e se derreta em suspiros de prazer, sem ter quem nos lamba a cara, quem nos receba como se nós fossemos as únicas e as pessoas mais importante à face da terra, mesmo que tenhamos ido só lá abaixo despejar o lixo... Quem guardará a "Menina" com tanto afinco? Quem ladrará às vacas? Quem ralhará com as gatas por andarem a lamber a loiça suja em cima das bancadas da cozinha? ... Uma coisa é certa, estes anos que virão serão garantidamente plenos de mimos, cheios de carinho e amor! Não posso garantir-lhe a vida eterna por muito que o deseje, nem seria justo depois de tanto amor e dedicação que nos tem dado, mas posso enchê-lo com todo o amor que sinto por ele! Quando chegar a sua hora, seja ela quando for, o meu cão saber-se-á amado até ao limite das nossas forças! 

sinto-me: tristonha...
tags:
publicado por soumaiseu às 12:40

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

.mais sobre mim

.Agosto 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. O cheiro...

. Amor a cão....

. Ainda o meu cão...

. Dias difíceis...

. Desfecho...

. Doggy...

. Más noticias...

. Sobre o Doggy...

. Fé...

. Tudo me corre mal...

.últ. comentários

Obrigada pelas tuas palavras.... Estou a tentar, j...
Obrigada Nuno... 😢
Estás a ter um dia daqueles que todos os temos de ...
Conheço bem esse sentimento e uma destruição perma...
Muitos parabéns á Rita. Eu cá acho que não é só po...
Oh muitos parabéns ;)É sempre um orgulho!
As tendinites custam muito, o meu marido tem no om...
Pesquisa um pouco sobre alimentação.Muitas vezes a...
Obrigada! Este ano correu bem. Se bem que o meu ob...
Que bom! Foi um bom trabalho neste ano letivo! Que...

.favoritos

. Lembranças...

. Quando a personagem princ...

. 15 Conselhos sobre Escrit...

. Sim tenho vagina, não não...

. Disparates....

. sabem aquela mulher que m...

. O que fiz no domingo?

. O anuncio que hoje me fez...

. Toda as mortes são premat...

. O Pai Natal

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds