Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sou Mais Eu...

Sou Mais Eu...

28.04.13

E hoje foi dia de...

soumaiseu

XANA TOCTOC

 

Aproveitámos a borla e fizemos uma surpresa à minha Catita: fomos ver o espectáculo da Xana TocToc no Centro Comercial Dolce Vita. Delírio completo da miudagem... A confusão era enorme, montes de crianças devidamente acompanhadas por montes de graúdos. Foram 45 minutos cheios de cor, diversão e muita alegria. Bons para esquecer as mazelas do dia a dia. Nós adorámos! O Pai, coitado, teve de aguentar a Catita aos ombros o tempo todo para que ela pudesse ver alguma coisa. E foi vê-la bater palmas e cantar as canções todinhas. E eu também! Adoro a Xana! Fazer o quê? A rapariga tem o dom de soltar a criança que há em mim...

22.04.13

E já está...

soumaiseu
(Foto Minha: XIII Festival de Folclore do Rancho F. E. Casa Concelho Cinfães, 20/04/2013)

... terminado o nosso primeiro festival de folclore nocturno. Valeu a pena toda a trabalhareira a triplicar (no mínimo), a azáfama, o stress... Foram dois dias de correrias, de lufa-lufa, de divisão de tarefas, de cansaço levado ao extremo. Mas valeu a pena! Foi um Festival com muita qualidade! O Rancho "dos mais lindos" esteve muito bem na organização do evento!

Parabéns a nós que o merecemos!

15.04.13

XIII FESTIVAL DE FOLCLORE, O NOSSO!

soumaiseu

E este é o nosso próprio Festival de Folclore, aquele que organizamos anualmente, este ano será à noite pela primeira vez.  XIII FESTIVAL DE FOLCLORE RANCHO F. E. CASA CONCELHO CINFÃES.

Pelas 21H, no Salão da Biblioteca do Vale do Fundão, Marvila, entrada livre. 

Apareçam!

Será certamente uma noite bem passada!

 

COMO CHEGAR: 

- Salão Biblioteca Vale Fundão, Rua Vale Formoso de Cima, 25(?), Marvila

 - GPS:  38.746896

              - 9.105575

- Quem vem da 2ª circular (sentido Aeroporto), sair em direcção à Expo, apanhar a Av. Marechal Gomes da Costa. Nos segundos sinais (Rotunda do Batista Russo) virar è direita na direcção A2/Chelas/Sete Rios. Na rotunda seguinte seguir em frente na direcção Santa Apolónia. Depois de passar por baixo da passadeira aérea para peões virar à direita e novamente à direita. A Biblioteca é o primeiro edifício amarelo que surge do lado direito na curva. 

 

 

 

10.04.13

Não estou a gostar...

soumaiseu

Sempre tive uma Madrinha ausente, que raramente se lembrava de mim, nem nas alturas em que era suposto, tipo Páscoas, Natais e no meu aniversário... Foram poucos os postais de aniversário que recebi, e os que chegaram lembro-me deles até hoje como verdadeiros tesouros que eram. O mesmo com as escassas prendas que recebi... a eterna galinha de chocolate e o casaco comprido verde garrafa tem um lugar especial no meu coração. Ela foi durante alguns anos solteira, vivia com a minha avó em Proença, o dinheiro era pouco e o telefone inexistente. Mais tarde casou, ganhei um Padrinho de quem gosto muito, o telefone apareceu nas nossas casas mas o hábito não tinha sido criado e por isso tudo continuou na mesma. Considero o papel do Padrinhos importantíssimo. Não pelas prendas mas pela presença. Tenho dois afilhados e nunca me esqueço dos seus aniversários. Posso não ligar no dia, mas no dia a seguir não falho. Percebo que esquecimentos aconteçam, que o corrupio da vida nos absorva demasiado... Mas uma semana sem dar os parabéns à afilhada é demais... Por enquanto são só seis anos, em que tudo está bem e nada lhe faz confusão... e eu nem falo no assunto... mas quero ver quando a Catita começar a cobrar...

Não gosto! Pronto! Estou no meu direito! Sou exigente! Chamem-me mau feitio se quiserem! 

08.04.13

E foi assim!

soumaiseu
(Foto minha, claro! Ritinha com o Pedrocas e o Dioguinho a "bufarem" as velas)

A vida não está para extravagâncias. Mas quando se tem um rebento que é a luz dos nossos olhos e ele nos pergunta daquela maneira só sua se "podemos fazer uma festarola com os meus amigos?" o que é que nós fazemos? Bem, nós fizemos contas à vida e tratámos de tudo! Os mesmos convidados de sempre, aqueles que estão sempre connosco para o bem e para o mal, os "tios" emprestados, os avós de parte a parte, os primos mais chegados, os amigos do rancho: os da idade dela e os mais velhos. Assim se faz uma festarola! Tudo só para ver aquele brilhozinho nos olhos que nos faz esquecer as contas, o trabalho extra, a confusão! Por ela tudo vale a pena! 


PS1. Noquitas, desculpa ter posto uma foto do teu rebento sem aquelas marotices todas que tu fazes às fotos e que eu não sei fazer, mas não resisti... Depois podes bater-me, sim?


PS2. Hoje a Rita ficou em casa. Acabou o dia de festa dela com febre. E já que temos de ir trocar uma das prendas que recebeu, juntei o útil ao agradável! Eu acordei com uma enxaqueca terrivel que começou durante a noite! Mas não faz mal! Há-de passar! 


04.04.13

Hoje falo de moda!

soumaiseu

(Imagem retirada daqui: http://lekaz.blogspot.pt/2010/05/calca-ao-fundo-do-cu.html. Que aliás tem também um texto bem giro...)


Costumo acordar ao som da M80, tenho o radio despertador sintonizado para as parvoeiras que me transportam para os tempos da minha adolescência. Hoje falavam de moda, do que usavam, do que gostavam ou detestavam... lá vieram as calças de ganga à boca de sino, as golas das camisas que mais pareciam guardanapos, os calções de Lycra brilhante... Eu lembrei-me logo das minhas calças de fazenda rosa velho que tinham uns biquinhos na cintura perfeitamente inúteis que se destinavam a suspensórios que nunca usei, e da camisa de flanela às florzinhas cor de rosa carregadinha de folhos! Uma piroseira que a minha mãe me obrigava a usar e que fazia com que eu me escondesse na Escola. Por causa desta farpela recuso-me a usar até hoje calças de fazenda e camisas. Ai, como eu odeio camisas! Mas adiante. Vinha eu de levar a minha Rita à Escolinha quando sou ultrapassada por dois "rapazolas" devidamente vestidos à moda fashion, que é como quem diz, calças ao fundo do cu, a mostrar a cor do belo do Boxer (pelo menos estavam lavadinhos, é que já vi alguns usarem boxers com manchas castanhas resultantes ou de má lavagem, ou de um descuido do dia). De meio em meio minuto era preciso corrigir a localização das calças que teimavam em escorregar pelo dito abaixo! Apeteceu-me perguntar ao fedelho se não terá lá por casa um cinto... é que andar sempre a puxar as calcitas mexeu-me com os nervos! E por que raio é que eu tenho de ver as cuecas desta gente? Se as querem mostrar ao menos que usem umas giras, sugestivas... a minha metade tem uns boxers com uns casais de sapos marotos... e nem por isso anda por aí a mostrar o traseiro (sim, fui eu que lhas ofereci, essas e as transparentes e de renda, e as que dizem Love Machine...) Não quero apontar o dedo a ninguém, até porque tenho uma filha e não sei o que ela quererá vestir e usar daqui por uns anos, mas esta moda que por aí anda não me agrada...

03.04.13

Já SEIS anos!

soumaiseu
Este é o Bolo de Aniversário que fiz para a Rita levar para a Escolinha. Já vai no segundo: acabei de fazer outro para se partir cá em casa à hora do jantar. Bolo Formigueiro, receita daqui: http://receitasqueeugosto.blogspot.pt/search/label/chocolate
O tempo não passa a correr, ele voa!
Seis lindos anos!
Criei este blog para que nada se perdesse no tempo, para que tu, minha filha pudesses ler um dia mais tarde se assim o quiseres,  as minhas memórias e pensamentos, para que saibas um dia como tem sido maravilhoso e continuará a ser certamente criar-te. Para que nunca duvides do amor que nós, teus pais, e particularmente eu, tenho por ti! Mas criei o blog acima de tudo para que eu nunca me esqueça! Para que me lembre sempre que no dia 03 de Abril de 2007 Deus me deu a melhor dádiva de sempre: Tu minha filha! A Ele agradeço eternamente, hoje sei que não fui esquecida, que Deus me ama e gosta de mim. Como poderia Ele ter-me mandado um Anjo do Céu se assim não fosse? És a menina mais doce que conheço, a mais linda do mundo e do universo! Não há filha como tu! Ver-te crescer e ganhar asas para voar é um misto de dor e prazer.... 
Parabéns minha filha! 
Há seis anos que das cor à minha vida: Obrigada meu Amor!
01.04.13

Francisco Afonso

soumaiseu

Hoje é dia das mentiras, mas de mentiras não falarei aqui. Falo-vos antes de um Senhor que conheci pela Net quando a minha Rita nasceu. Está a fazer 6 anos agora, mais coisa menos coisa. Este Senhor tinha em comum comigo Proença-a-Velha, ambos nascemos lá, a décadas de distância um do outro. Eu tenho idade para ser sua filha, talvez até sua neta. Mas a diferença de idades nunca foi para mim um entrave à amizade, e entre nós foi-se estabelecendo um elo muito especial... Sempre gostei de ler as suas histórias que escrevia no blog, e percebi desde muito cedo que ele era uma pessoa especial. Não é que não haja por aí muitas outras pessoas especiais, mas o Afonso é da minha terra, as histórias dele estavam muito próximas das minhas recordações, viveu junto à casa onde viveu a minha avó, o Afonso é para mim quase como se fosse família. Um amigo mais crescido muito especial! A amizade é assim, uma ave rara! Ás vezes mantemos amigos durante uma vida inteira que desaparecem à primeira contrariedade, outras vezes eles aparecem do nada, e o elo invisível está lá! Gostei do Afonso desde logo. Na primeira oportunidade que tive quis conhecê-lo pessoalmente. Em nada me desiludiu. Serão todos os motivos que acabei de referir suficientes para explicar esta minha "admiração" pelo Afonso? Não sei... Há coisas que não se explicam... Falo-vos do Afonso porque ele está doente. Gravemente doente! O Cancro tomou conta dele. Dia após dia ele vai lutando e conquistando o seu direito a mais um dia nesta terra. O meu amigo começa a desanimar e a perder as forças... e eu estou triste por ele. Este meu post pretende apenas dar-vos a conhecer alguém de quem gosto muito, e de quem vou sentir muita falta. Acredito que os elogios devem ser feitos em vida, para que os contemplados possam sentir um pouco do amor, devoção e carinho que os outros sentem por eles! Por isso este é o meu elogio a Francisco Afonso.

Um marido apaixonado, um pai extremoso, um avô carinhoso, um amigo muito querido e especial.

Um Senhor: Francisco Afonso!

(http://aaladosnamorados.blogs.sapo.pt/)


Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D