Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Sou Mais Eu...

Sou Mais Eu...

29.11.20

Leituras...

soumaiseu

O Amigo Imaginário de Stephen Chbosky. Fui atraída pelo titulo e pela capa. Andei a namora-lo um ror de tempo. Sempre que passava por ele lá estava eu a acariciar-lhe a lombada, a ler pedaços soltos das suas 863 páginas. Sim são essas todas. Gosto de livros com cabedal, grandes, grossos, pesados. E depois de já ter lido uns quantos capítulos directamente na Net eis que o marido mo oferece pelos anos.  Foi a minha estreia neste tipo de literatura de thriller/suspense/terror. E até gostei. Demorei a afeiçoar-me às personagens. Acho que primeiro gostei da história, fiquei presa pela escrita do autor e pela sua capacidade de nos impedir de respirar. Depois lá vieram as personagens e claro aos  poucos surgiram as preferências. É um livro que nos faz viajar na imaginação e nos desafia. Que por várias vezes nos leva  a pensar que a história já terminou para logo a seguir percebermos que ainda só vamos a meio, e há voltas e revoltas, várias vezes, tudo é trocado, invertido, baralhado. Fascinante. Brutal. E simultaneamente muito humano. Cheio de amor... Curiosos? Leiam...

1540-1.jpg

 

28.11.20

Bom....

soumaiseu

A petiz já fez 13 anos. Frequenta neste momento o 8º ano. Continua carismática. Sem ser perfeita é uma boa miúda. Transformou-se numa adolescente bonita, vistosa, gira. Continua com um humor muito próprio. Exigente consigo mesma, exigente também com a maioria das pessoas. Ainda e sempre apaixonada pelos Trampolins e pelas Camas Elásticas do Sporting. De sangue verde. Miúda vaidosa. Convencida. Dona do seu nariz. Autoritária. Sem paciência. Exagerada. Sensível. Rabugenta. Mimada. Gritona. Barulhenta. De riso fácil. Feliz. Cheia de dramas. Indignada com tudo e todos. Muito indignada. Aliás, diariamente indignada. Só porque sim. Aos treze anos a Rita ainda me pede mimos e ainda salta para o nosso colo sem qualquer pudor.  E descobriu entretanto que afinal os rapazes até conseguem ser porreiros. E eu, mãe galinha, vejo-a crescer sem limites, num misto de orgulho e pena por ter consciência de que rapidamente a minha petiz será uma mulher feita. E esta vida parece-me tão curta para estar com ela...

EjMDog2XgAQnlwr.jpg

 

 

 

 

28.11.20

De volta!

soumaiseu

Quando as coisas deixam de fazer sentido. Quando nos sentimos perdidos. Quando já não sabemos o rumo que havemos de tomar. Então paramos. Foram dois anos. Mais do que isso. O regresso é difícil e tirado a ferros.  Muita coisa mudou. Muita coisa permaneceu. Há muita conversa para pôr em dia. Puxem uma cadeira e tragam um café...

A primeira coisa que fiz foi seguir as indicações do sapo e mudar o template. Fez sentido. Novo regresso, nova cara. Depois vi o meu blog ser assaltado por uma miúda de 13 anos ávida de curiosidade pelo Ritanhês que por aqui se fala. Durante horas descobriu-se a si própria numa versão marota e divertida da qual obviamente já não recordava na totalidade. E enquanto isso eu passava os olhos pelo meu blog e por alguns dos vossos blogs e senti falta do meu espaço. Senti falta deste meu "encantamento" onde consigo ser eu, onde me mostro a mim e aos meus na mais pura versão de nós. Esqueci-me do quanto é bom "ser mais eu..." É bom estar de volta!

09.08.18

E hoje estou que não posso...

soumaiseu

Estou em baixo. Triste. Em luta interior comigo mesma enquanto seguro as lágrimas. E às vezes é tão difícil. A escrita funciona para mim como um escape, mas nada me sai. Sofro de um bloqueio irritante que leva a melhor de mim. E este verão que não termina! E a alegria de quem já fez férias e "foi tão bom"... As fotos enervantes que poluem com a felicidade alheia as redes sociais e me tiram o ar dos pulmões, me deixam sem chão e com vontade de fugir sei lá para onde... Acelera-se-me o ritmo cardíaco num estado de alerta que desconheço, que me assusta, e que em simultâneo me descansa porque penso que se cedesse tudo seria mais fácil. Mas não consigo... Não consigo agir de outra forma. Não consigo baixar os braços e despojar-me da armadura... Meu Deus! O que sobrará de mim? 

16.07.18

E quando a saúde falta...

soumaiseu

... falta-nos tudo. Já a minha avó o dizia. Fui hoje ao médico de família mostrar exames de rotina e não só. Há meses que me queixo da minha mão, mais propriamente do meu polegar. Acordo com ele preso, dorido, interiormente inchado. O diagnóstico chegou hoje: Tendinite de Quervain e Rizoartroze, tudo em fase inicial como se quer, mas já cá estão e vieram para ficar. E agora? Tendo em conta que faço praticamente tudo com a mão direita tenho um sarilho grande para resolver... Não é suposto escrever à mão, tricotar, costurar, fazer ponto de cruz, descascar comida, picar alimentos, tudo o que forem movimentos repetitivos são para evitar... Pois claro! Tenho uma filha de 11 anos, um sogro demente em casa, uns pais sempre às minhas costas, uma afilhada que esta cá a estudar... Como se fosse fácil e possível! E quem faz as minhas coisas? Um sarilho! Um grande sarilho é o que é! 

15.07.18

Ritanhês: Quadro de excelência...

soumaiseu

Vão-me desculpar a falta de modéstia mas se há coisa que me enche de orgulho é ver as notas da minha petiz, principalmente porque sou demasiadas vezes criticada pelo "excesso" de estudo que incuto à miúda. É para isto que trabalhamos. Não é que a minha filha seja mais do que as outras crianças por estar no quadro de excelência da escola, mas o estar lá vem justificar todo o trabalho que temos tido... Críticas à parte estou orgulhosa pois então! E o que nos dizem... são só palavras ao vento! 

Português: 5

Inglês: 5

História e Geografia de Portugal: 5

Matemática: 4

Ciências Naturais: 5

Educação Visual: 5

Educação Tecnológica: 5

Educação Musical: 5

Educação Física: 4

Tecnologias de Inf. e Comunicação: 5

"A Ana Rita foi proposta para o QUADRO de EXCELÊNCIA"

10.07.18

Saudades de mim...

soumaiseu

Quando vivemos a nossa vida em função dos outros anulamo-nos. Esquecemo-nos de nós. Do que fomos. Do que somos.Daquilo em que acreditamos. É mais fácil fechar os olhos e deixar-nos ir com a maré. Quase que deixamos de existir... Tenho saudades de mim. Do meu sorrir, do meu cantar. Saudades de ser apenas eu em função de mim. Saudades de mim. Tão simples e complicado quanto isso...

05.07.18

Papoilas...

soumaiseu

IMG_20180507_095429.jpg

É paixão desde miúda. Uma flor vermelha, de pétalas esvoaçantes, num pé fino e demasiado frágil... Com um cheiro forte, como que num constante aviso para nos mantermos longe. E se ainda assim teimarmos em colhe-la murcha num ápice, como quem nos diz "Posso ser bela mas jamais serei tua!". Frágil sim, mas teimosamente resistente! 

IMG_20180507_095446.jpg

 

 

01.07.18

Ritanhês...

soumaiseu

 

 

IMG_20180628_183644.jpg

 

A primeira ida para a cozinha da minha filha: Panquecas da Rita com direito à primeira queimadura e tudo... (Crescem depressa demais! Ainda há bem pouco tempo seria "Mãe, faz-me panquecas!". Mas hoje foi diferente "Mãe, vou fazer Panquecas! Ajudas-me?")

IMG_20180628_183714.jpg

 

 

01.07.18

Análises...

soumaiseu

IMG_20180628_124023.jpg

 

Sabemos que somos estranhas quando vamos fazer análises de rotina e acabamos assim: picada no sítio certo mas sem sucesso já que a veia fugia constantemente da agulha; o que fez com que a analista resolvesse colher o sangue na parte lateral do meu cotovelo... Sou ou não sou diferente? 

IMG_20180628_124135.jpg

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D