Lilypie Kids Birthday tickers
Quinta-feira, 7 de Maio de 2015

Vou desenvolver...

Vou contar-vos mais acerca de uma das minha verdades na Tag:That's True?. Isto porque considero importante que ensinemos os nossos filhos a não ter medo de fazer frente a quem quer que seja, seja em que situação for. É importante que os ensinemos a dizer não, a tomar uma atitude por muito difícil e complicado que seja... Então o que aconteceu foi o seguinte, tinha eu 17 anos (lembro-me da idade porque foi quando conheci o meu marido), quando comecei a ser perseguida no autocarro por um homem bastante mais velho do que eu, talvez já na casa dos 30 ou  mais, todo bem arranjado, todo bem cheiroso. Começou por sorrir para mim, depois passou a sentar-se ao meu lado sempre que podia, roçava a perna dele à minha mais do que deveria, apertava-me contra a janela do autocarro (eu tinha o hábito de me sentar nos bancos junto aos vidros), em dias de aperto roçava-se, mais tarde começou a acariciar-me o rosto, chamava-me querida e outras coisas do género... Eu nada fiz para que esta situação surgisse nem a encorajei de forma alguma. Tentei evita-lo como pude. Passei a apanhar o autocarro mais tarde, mas ele apanhava sempre o autocarro uma paragem à frente da minha e só entrava depois de se certificar que eu vinha lá dentro. Passei a sentar-me no lado de fora dos bancos do autocarro e quando ele me pedia para o deixar passar para se sentar ao meu lado junto ao vidro eu levantava-me e mudava de lugar, mas ele mudava também. Experimentei sentar-se sempre ao pé de pessoas, ele tocava-me na mesma. Passei a vir em pé, e ele achou que isso era como que uma autorização para passar por mim e fazer-me ainda mais festas na cara, sentava-me nos bancos individuais e virava a cara para o vidro, mesmo assim lá vinha a carícia indesejada.. o toque dele enojava-me, arrepiava-me, dava-me vómitos, assustava-me... já não sabia o que fazer. Um dia em desespero de causa contei aos meus pais. A minha mãe ficou muito preocupada, o meu pai, esse ficou completamente transtornado. Disse-me apenas "Amanhã vou ter contigo à escola. Tu não me vais falar, e vais-me fazer sinal de quem é o tipo... eu trato dele!". Percebi pelas suas palavras que o tratar dele era algo muito grave, o meu pai é um homem de pelo nas ventas, foi então que decidi que tinha de fazer alguma coisa. Pedi ao meu pai que me desse um dia que eu ia resolver o assunto. Não foi fácil convence-lo. No dia seguinte apanhei o autocarro bastante mais tarde (avisei em casa) sabendo que ele estaria à minha espera. Sentei-me num dos tais bancos individuais. O tal toque veio como sempre acompanhado do mesmo sorriso ofensivo. Nesse dia, nem de propósito, o autocarro vinha bastante vazio... Tinha tudo em mente. Levantei-me do meu lugar um pouco mais cedo e fui falar com o motorista do autocarro "Saio no Relógio, já a seguir, por favor não arranque com o autocarro sem que eu saia..." Sem mais explicações virei costas e fui ter com o abusador que estava sentado mesmo ao fundo do autocarro e que me recebeu todo sorridente. Enchi-me de coragem e disse-lhe calmamente mas alto e bom som para que todos os presentes ouvissem bem as minhas palavras "Se voltas a pôr as tuas patas sujas e imundas em cima de mim, eu arranco-te os tomates, ouviste? Ouviste bem? ARRANCO-TE OS TOMATES, PORCO!!!" O sorriso dele mudou de cor: ficou amarelo. Virei costas em direcção à porta de saída e só nessa altura percebi que o motorista estava à minha espera. Agradeci-lhe e sai. A boca seca, o coração a galope, as mãos frias e suadas... Sabia que tinha jogado alto, que poderia resultar ou não... Mas digo-vos que nunca mais o vi! Ele desapareceu como que por artes mágicas, da mesma forma que chegou assim se foi. A partir daí perdi o medo em dizer não. Ensino-o à minha filha e a todas as crianças que conheço, sejam meninos ou meninas. Hoje em dia estamos mais conscientes dos predadores sexuais, mesmo assim, há que instruir as nossas crianças, fazê-lo sem medos nem rodeios, garantir-lhes que dizer não é a atitude correcta. Educar, proteger e não duvidar: é esse o meu lema. A minha história ficou por ali, poderia não ter ficado, tanta coisa poderia ter corrido mal. Mas eu, desculpem-me a falta de modéstia, tive a coragem que muitas miúdas e até mulheres não tem, dizer não, tão simples quanto isto. Tomei uma atitude, não deixei andar... É preciso ter coragem! Tenham-a! Sem medos... 

sinto-me:
publicado por soumaiseu às 19:12

link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De Mom Sandra a 7 de Maio de 2015 às 22:16
Às vezes é suficiente reagirmos, para que percebam que daqui não levam nada.
É muito importante ensinarmos estas coisas aos nossos filhos. Tão importante como ensinarmos o poder do não às meninas, é ensinar-mos aos meninos que não é não!
Também tenho o cuidado de ensinar às minhas filhas que é possível e que devemos dizer não.
Beijinhos
De Vita C a 8 de Maio de 2015 às 09:54
Eu tambem tive duas cenas dessas. Uma era um senhor que quando eu ia da paragem do autocarro para a faculdade dizia sempre que fazia isto, aquilo, aqueloutro e eu ia andando que palavras nao me afectam. Mas houve um dia em que eu estava particularmente mal disposta e ele, tungas, fazia-et e acontecia-te e eu páro, volto atrás e digo-lhe mesmo na cara, olha lá, é preciso mandar-te a m3rda todos os dias para que te cales? Olha, foi remédio santo.
Outra foi um tipo que também "me dava uma". E lá está, há dias em que nao estas para ouvir coisas dessas, cheguei ao pé dele e disse-lhe, "só uma? homem de treta!". Olha, nem sei como tive coragem, mas foi mesmo assim.
Acho muitissimo bem que se ensine que isto há que haver respeito e dignidade, e o piropo nao é um elogio, pode ser ofensivo e perturbador. Bravo!
De Ana a 10 de Maio de 2015 às 20:54
Que medo. Ainda bem que o gajo no fundo era um medricas. Grande coragem.

Comentar post

.mais sobre mim

.FAZ-TE YOUZZER!

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Sobre mim...

. As Ritas...

. Eu e os...

. Ritanhês (On hollidays co...

. Sim eu sei...

. Ainda sobre o Baile de Fi...

. A Lola e a Mica

. Mimos....

. Finalista 1ª ciclo

. Pulseira (Ritanhês)...

.últ. comentários

É verdade! Está quase, quase! ...
EU adoro!!! Tudo!!!! <3 <3 E estamos quase a...
Muitos parabéns a todas, à Rita e às mamãs por tod...
Que engraçada. Adoro esses cães.
Que fofas e a Lola está tão engraçada debaixo do ...
Que bom. É engraçado que só alguns eventos nos faz...
Ai Jesus... já me estou a ver... ela a virar-me as...
Eu sei do que falas, awuela sensação agridoce de o...
Essa é demais
breve breve conto como foi.... mas foi giro... mui...

.favoritos

. 15 Conselhos sobre Escrit...

. Sim tenho vagina, não não...

. Disparates....

. sabem aquela mulher que m...

. O que fiz no domingo?

. E o Resto Que Se Lixe

. O anuncio que hoje me fez...

. Toda as mortes são premat...

. O Pai Natal

. Às estrelinhas do nosso C...

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds