Lilypie Kids Birthday tickers
Terça-feira, 17 de Março de 2015

Digo ou não digo?

Andei na dúvida de fazia este post ou não, mas como tenho muita dificuldade em ficar calada quando a coisa não me cheira bem cá fica.

"É fácil criar um filho  bem educado": foi esta a frase que um familiar me disse no outro dia.

Apontem-me o dedo se quiserem, mas eu não concordo nada. 

Ter filhos é uma grande responsabilidade, fazê-los é a parte mais divertida da coisa, pô-los no mundo depende dos dias e da equipa médica, e cria-los traz um monte de questões, dúvidas, chatices e por aí fora.

Quando se deixam as crianças ao cuidado constante de outras pessoas, sim, acredito que seja fácil criar filhos bem educados, ou não, depende dos adultos em questão, mas seja como for estamos a passar para os outros uma função que é nossa. Se eu fiz a minha filha, sou eu quem deve educa-la, não os meus pais, nem outras pessoas de "fora". O que não significa que não se possa pedir ajuda, mas na minha opinião só os pais são responsáveis pela educação dos seus rebentos. Contudo, considero que avôs, tios, primos, tios emprestados, padrinhos, vizinhos e por aí fora são fundamentais para o bom desenvolvimento dos petizes. Mas tudo isto em quantidade q.b.

Os miúdos não trazem manual de instrução. Aquilo que resulta com a "Maria" falha redondamente com o "Manuel", e saber se estamos no bom caminho ou não é outra grande questão... 

E quando os miúdos nos trocam as voltas? Com os pais são uns anjinhos e nas nossas costas muitas vezes viram diabretes estouvados?

E depois vem-me dizer que educar bem os filhos é fácil... Onde? Em que mundo? Não quero com isto dizer que seja impossível, mas não é uma tarefa assim tão fácil como me deram a entender. Não sejamos presunçosos, sim?

Há gente que me irrita! 

sinto-me: Critica
publicado por soumaiseu às 18:32

link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De Mulher, Filha e Mãe a 17 de Março de 2015 às 19:55
Sem dúvida que quem te disse isso:

opção A: Nunca teve filhos;
opção B: Teve filhos mas já se esqueceu ou foi há muito tempo;
opção C: Não faz a mínima ideia do que está a falar...

No meu ponto de vista, fizeste bem em dizer.
De soumaiseu a 17 de Março de 2015 às 22:38
Por incrivel que pareça tem duas crias, mas acham que educar é ser firme, e esqueçem que é preciso amor e carinho, é preciso criar regras e saber quando devem ser quebradas... são pessoas que vivem num mundo muito deles... são gente estranha!
De Mulher, Filha e Mãe a 18 de Março de 2015 às 10:09
Eu penso que todos nós em algum momento, ou em vários momentos somos questionados no que toca a nossa forma de educar. Eu que ando nisto há relativamente pouco tempo também já passei por isso e cada vez mais... cada vez mais.. aquilo que penso é que, independentemente daquilo que os outros pensem (e atenção que eu gosto muito de ouvir criticas construtivas..) eu, como mãe, confio muito no meu instinto e naquilo que eu penso que é o melhor para a minha filha! A partir daí.. digam o que disserem.. no final, a minha palavra perdurará. E faço sim questão, que quem critica não construtivamente saiba o que penso e porque penso. Porque se têm capacidade para se expressarem verbalmente assim, também têm de ter capacidade para ouvir o que tenho o dizer sobre isso.
E desculpa lá este testamento.. mas este é um tema que me "perturba" um pouco.
Força :)
De soumaiseu a 18 de Março de 2015 às 12:44
Tens toda a razão! Eu faço o mesmo que tu, ouvir oiço, mas daí a concordar já vai uma grende distância. Também eu me oriento pelo meu instinto... uma mãe atenta e presente sabe quando tem de intervir, quando deve facilitar, ou quando deve exigir e marcar pontos... Esta gente que se baseia no que lê por aí e não sente com o coração tem um problema qualquer que eu não consigo perceber... Enfim!
De Nany a 18 de Março de 2015 às 11:53
Nuca ouviste a expressão: "It takes a village to raise a child"? Às tantas a pessoa em questão tem uma "village" só sua.
Educar, educar bem, educar pessoas de bom, com bons princípios, com consciência dá trabalho. Muito mesmo e não dá descanso.
É claro que nos dias que correm os pais deixam os filhos nas creches, mas escolas e elea acabam também por ser educados por outros. Afinal, todos vivemos numa "village" maior ou menor. O problema é quando ou se descartam da educação dos filhos, porque é a escola, ou a educadora que tem de o fazer, ou então passam o testemunho a outras pessoas de família.
Também existem pais que consideram os filhos como indicadores do seu sucesso, e ter crianças que fazem birras, dão respostas tortas, não se excedem na escola e no desporto é um falhanço pessoal. Esquecem-se que os filhos são seres individuais com personalidades diferentes. E nenhum é igual, por muito parecidos que sejam.
Bjs

Comentar post

.mais sobre mim

.FAZ-TE YOUZZER!

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Sou uma mãe...

. Ritanhês: coisa parecida ...

. Ritanhês e o frio...

. Ritanhês: porno films!

. Coisas minhas...

. Alheamento...

. Coisas minhas...

. Pérolas cá de casa (com R...

. O negro...

. Estou de volta...

.últ. comentários

Tão interessante a forma como reagiste!
Sim, porque proibir só alimenta a curiosidade
Bem vindo Sérgio. No meu tempo também... e víamos ...
Olá Maribel. Acredito que sim. Cá em casa vamos fa...
Não há novidade nenhuma, nem tão pouco me parece u...
Pois... E ontem ele declarou-se! Ai Jasus!
Obrigada minha linda! Juntas damos cabo deles!
Obriga Carlos! Eu também tive explicações que resu...
No meu 5.º ano eram apenas revistas eróticas Agor...
Pois no 5º ano já acontecem muitas coisas que os a...

.favoritos

. Quando a personagem princ...

. Fica mais um bocado...

. 15 Conselhos sobre Escrit...

. Sim tenho vagina, não não...

. Disparates....

. sabem aquela mulher que m...

. O que fiz no domingo?

. E o Resto Que Se Lixe

. O anuncio que hoje me fez...

. Toda as mortes são premat...

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds