Lilypie Kids Birthday tickers
Segunda-feira, 28 de Setembro de 2009

Há coisas que não se dizem!

 

Sou gorda. Nunca fui oficialmente magra! Tirando aquela altura em que fiz dieta, andava na faculdade, bebia quinhentos mil cafés por dia, e consegui atingir a fasquia duns miseráveis 58 quilos... sempre me conheci gorda... Se gosto disso? Claro que não! Por muito que não o admitamos ninguém gosta de se ver ao espelho com mais 20 ou 30 quilos! Quem disser o contrário, mente! Com todos os dentes que tem na boca! E ai de quem se atrever a dizer o contrário! Para além de que há sempre alguém que faz questão de nos relembrar o quanto estamos roliças... no meu caso é a minha mãe! Parece que ela tem um gosto especial em me fazer sentir mal... Gosta especialmente de pronunciar frases como:

"O que tu eras, e como tu estás! Eras tão bem feitinha! Tiveste que sair da minha casa para te pores assim... enquanto cá estiveste nunca ficaste tão gorda... mas quê?! Casaste! Começaste a ir a todos os lanches, festas, jantares e reuniões de amigos... Eu sou mais velha do que tu e não estou como tu estás..."

E eu digo BASTA!

Estou farta que a minha própria mãe me deite abaixo. Estou farta que me diga que eu engordei por ter saido debaixo da alçada dela e me ter casado. Estou farta que ela se considere melhor do que eu! Uma mãe devia ter sempre orgulho nos seus filhos. A minha Rita pode ter mil e um defeitos. Ela pode ser a mais gorda do país, a mais baixa do bairro, a mais refilona da escola, mas para mim ela será sempre a minha linda filha, a mais linda de todas!

BASTA!

Sabes mãe?

Ainda bem que sai de casa, porque assim posso ser mais eu! Com mais 20 quilos em cima, mas sou mais eu! Sou gorda! E depois? Devias gostar de mim incondicionalmente... eu também gostava de ser magra! Gostava de poder comer e não engordar, mas não tenho essa sorte! Lembras-te de quando eu era miúda e te dizia que tinha fome? Respondias-me que o comer estava quase pronto, que tinha de esperar um bocadinho... "Come um bocado de pão ou uma bolacha!" - dizias-me tu. E a peça de fruta? E o copo de leite? Pois é! A culpa não é só minha! As pessoas não são gordas só porque comem muito, também são gordas porque não sabem comer... muitas das vezes carregamos hábitos que vêm detrás... de muito atrás! Gostava que me aceitasses como sou! E que pelo menos uma vez na vida conseguisses parar de me julgar e me visses como eu sou agora: continuo a ser a tua filha, mas estou bem diferente de como era! Já não sou a tua menina. Cresci! E tu parece que insistes em me  castigar por isso! Apesar do peso a mais, estou bem comigo. Transformei-me numa mulher! É assim tão dificil aceitar isso?

sinto-me: Destroçada!
publicado por soumaiseu às 11:12

link do post | comentar | favorito
|
9 comentários:
De AALADOSNAMORADOS a 28 de Setembro de 2009 às 17:44
Olá São

Não te zangue com a tua mãe, pois certamente não é por mal que ela diz essas coisas.
Lembra-te que és mãe e que mãe há só uma.
Dá-lhe um beijinho e faz-lhe a vontade.
Um beilo
Afonso
De soumaiseu a 28 de Setembro de 2009 às 19:54
Olá, Afonso! Só tu serias capaz de me fazer sorrir num dia como o de hoje... Eu sei que tens razão! Eu sei que também sou mãe e que devo ter paciência... mas é que há dias em que me sobe a mostarda ao nariz! Há dias em que preciso de refilar... Quanto a fazer-lhe a vontade já é bocadinho mais dificil.... o que eu devia era fazer uma dieta a sério, mas para isso é preciso força de vontade, motivação e disposição... coisas que me faltam, pelo menos por enquanto! De qualquer das formas iniciei este fim de semana algo que tenciono converter num novo hábito: levantei-me no sábado e no domingo e fui andar 30 minutos a passo acelerado! Fui até à Expo e voltei! Soube-me bem! Serviu para arejar o sotão, respirar ar diferente do que há cá em casa, e ver gente nova... Fez-me sentir bem! E tamém fiquei com os quadris doridos e as canelas maçadas! LOL! Acho que isso significa que o "exercício trabalhou" em alguma parte do meu corpo! Vamos ver se aguento a pica....
Bjocas!
São
De Bruxa a 29 de Setembro de 2009 às 01:50
Olá Bruxa, vejo que continuas triste e as coisas não estão fáceis para ti. Como eu já te disse muita vez, eu não aguentava 1/3 do que tu aguentas. Eu sei que Mãe á só uma, como diz o Afonso, mas madrastas á muitas e é importante ver as diferenças. Uma mãe deve ajudar-nos estar do nosso lado, mesmo que o mundo todo esteja contra nós, orgulhar-se de nós, etc . È preciso saber, que á palavras que magoam muito mais, do que uma grande bofetada e muito pouca gente aturava o que tu aturas, principalmente quando estas sempre a ajuda-los, mesmo com as dificuldades que tu tens. MUITO POUCA GENTE TEM UM CORAÇÃO TÃO BOM E GENEROSO COMO O TEU (Eu não conseguia, tenho os meus limites) e mesmo assim ainda diz que és má filha e te trata como tu sabes. TENHO MUITA PENA, MAS AO LONGO DOS ANOS DECEPCIONEI-ME MUITO, COM ALGUÉM QUE NA MINHA JUVENTUDE TIVE COMO REFERÊNCIA, e vou-te ser sincera do fundo do meu coração e com base no facto de seres muito mais que minha prima, mas sim minha irmã, tenho muito medo que a nossa relação se deteriore por causa de terceiros e tu sabes bem a quem eu me refiro. UM MILHÃO DE BEIJOS PARA TI, PARA A MINHA RITINHA E PARA O ANTÒNIO.
De soumaiseu a 29 de Setembro de 2009 às 11:20
Olá, Bruxa! Eu sei que tanto tu como o Afonso têm ambos razão, cada um à sua maneira! Eu faço o que posso para ajudar sempre os meus pais, o que posso e o que não posso, como tu sabes! Não acho que tenha um coração assim tão grande como tu dizes... eu sou mesmo assim, gosto de ajudar... sinto-me bem a fazê-lo e não sou capaz de dizer que não... só gostava que me dessem mais valor. Que não me julgassem nem me apontassem tanto o dedo... que me dessem mais espaço e que não se esqueçessem que, apesar de ajudar muito e de o fazer com todo o gosto, eu também tenho defeitos, também cometo erros, também tenho mau feitio... Gostava que percebessem que por vezes a tempestade também chega aqui às minhas bandas... Mas pedir isto aos meus pais, é pedir muito! Tenho de ser perfeita, mas por muito que me esforçe nunca consigo atingir a perfeição!
Quanto a nós, tendo em conta os últimos acontecimentos, não te vou esconder que as coisas não têm sido fáceis... Eu orgulho-me de não cumprir os ódios dos outros... é uma das regras da minha vida! Mas uma coisa é tu não os cumprires, outra coisa é seres apanhada no meio do tiroteio... e quando isso aconteçe, manter as devidas distâncias é sempre muito dificil... Tenho-me esforçado muito! Não tem sido fácil! Sou bombardeada por todos os lados, oiço muita coisa todos os dias... coisas justas e coisas menos justas... e sabes o que me tem mantido à superficie? Sou mais teimosa do que eles! Não vão conseguir separar-nos! Não vou cumprir os ódios deles! Não tenho nada a ver com as guerras dos outros!Quando o Tiago nasceu estivemos 8 meses zangadas, lembras-te? Eu fiquei muito triste por não ser Madrinha dele, mas a coisa também ficou pior por causa dos maus ventos que por aqui andavam! Hoje reconheço que foi uma parvoíce. Perdi o baptizado do meu menino e os primeiros 8 meses da vida dele. Jurei que nunca mais me deixaria influenciar pelo mau tempo! E assim tem sido! Não tenhas medo! Não vão conseguir separar-nos!
Beijo grande!
De Bruxa a 29 de Setembro de 2009 às 22:02
ADORO-TE MUITO, TAL E QUAL COMO ÉS E TU SABES QUE ÉS MUITO ESPECIAL PARA MIM. E NO QUE DEPENDER DE MIM TAMBÉM NÃO VÃO CONSEGUIR SEPARAR-NOS. EU SOU UM OSSO DIFÍCIL DE ROER E NUNCA MAIS NOS VAMOS ZANGAR, ACREDITA. CHEGOU UMA VEZ E AMBAS SOFRE-MOS MUITO, PORTANTO ISSO NÃO VAI VOLTAR A ACONTECER.
BEIJOS.
De Nany a 29 de Setembro de 2009 às 11:39
Há coisas que não se dizem mesmo.
Não te esqueças nunca é que mesmo com peso a amis, nem que seja com um tonelada a mais, ÉS UMA PESSOA ESPECIAL COM O CORAÇÃO DO TAMANHO DO MUNDO.
Por isso, força. Depois ligo-te
Bjks
De Ana Patrícia Navalho a 29 de Setembro de 2009 às 16:52
Sãozinha,
cada pessoa tem a sua beleza!! Seja de que forma e personalidade!
És linda!!
Gosto muito de ti :)
Miminho arco-íris*

Ana
De maria do mar a 7 de Outubro de 2009 às 18:01
Olá São.
Eu que não vejo televisão há dois anos, pois o pouco tempo que páro em casa é para passar com os miúdos, em banhos, jantares, histórias, filmes, brincadeiras, lanches, jogos, lembro-me de ter visto há dois anos e tal a Martha Stewart dizer uma coisa que me ficou na cabeça sobre a filha dela da qual nunca mais me vou esquecer: "A minha filha é a única mulher no mundo que eu quero que seja muito melhor do que eu em tudo." Gostei tanto, achei-lhe um piadão.

De facto penso que faz parte da maternidade saber amar os filhos mais do que a nós próprios sem deixar-nos de nos valorizar, de nos mimar, de viver e sermos nós mesmos, mas há pessoas que não têm essa capacidade, independentemente de serem pais ou mães. Não conheço a tua mãe, mas como tu própria uma vez me disseste, também não teve a vida facilitada e talvez não tenha noção de que te magoa.
E o mais importante é que apesar dos erros que cometem conosco, nós sermos capazes de nunca os cometer com outra pessoa. Pensa nas coisas menos boas como uma aprendizagem para tu própria não cometeres os mesmos erros com a Rita e com outro filho.
Beijinhos
Maria do Mar
De soumaiseu a 8 de Outubro de 2009 às 13:00
Olá, Maria!
O teu comentário surpreendeu-me porque sei que tens uma vida muito complicada, muito ocupada com as tuas estrelinhas, ainda assim arranjas-te tempo para me dar uma força! Agradeço-te por isso! Ás vezes faz-nos bem ouvir uma opinião de alguém que não esteja tão próximo de nós! Não é que os amigos mais chegados não nos ajudem, mas às vezes quem está de fora tem uma perspectiva diferente da "paisagem"... Já percebeste que tenho uma relação dificil com os meus pais, principamente com a minha mãe porque ela tem uma personalidade vincada e não é fácil lidar com ela... e às vezes não aguento mais e rebento. Eu sei que ela nem deve dizer estas coisas coisas por mal, mas magoa-me, já lhe tentei dizer isso, mas a minha mãe é daquelas pessoas que considera que o estatuto de mãe lhe dá o direito de dizer tudo o que lhe apetecer... O que mais me magoa é saber que nos momentos mais dificeis da minha vida a minha mãe não esteve à altura de estar ao meu lado, esteve sempre muito ocupada em me criticar, em me apontar o dedo, em me julgar, e esqueceu-se de lá estar... ao meu lado! Enfim! Tento fazer o que tu dizes. Tento pegar nos erros dela e tê-los sempre presente na minha mente, para que não os repita com a minha filha. Obrigada pela tua ajuda! Beijo!

Comentar post

.mais sobre mim

.FAZ-TE YOUZZER!

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Sou uma mãe...

. Ritanhês: coisa parecida ...

. Ritanhês e o frio...

. Ritanhês: porno films!

. Coisas minhas...

. Alheamento...

. Coisas minhas...

. Pérolas cá de casa (com R...

. O negro...

. Estou de volta...

.últ. comentários

Tão interessante a forma como reagiste!
Sim, porque proibir só alimenta a curiosidade
Bem vindo Sérgio. No meu tempo também... e víamos ...
Olá Maribel. Acredito que sim. Cá em casa vamos fa...
Não há novidade nenhuma, nem tão pouco me parece u...
Pois... E ontem ele declarou-se! Ai Jasus!
Obrigada minha linda! Juntas damos cabo deles!
Obriga Carlos! Eu também tive explicações que resu...
No meu 5.º ano eram apenas revistas eróticas Agor...
Pois no 5º ano já acontecem muitas coisas que os a...

.favoritos

. Quando a personagem princ...

. Fica mais um bocado...

. 15 Conselhos sobre Escrit...

. Sim tenho vagina, não não...

. Disparates....

. sabem aquela mulher que m...

. O que fiz no domingo?

. E o Resto Que Se Lixe

. O anuncio que hoje me fez...

. Toda as mortes são premat...

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds