Lilypie Kids Birthday tickers
Terça-feira, 26 de Julho de 2016

Ora bem....

Não, não estou de férias! Estou em modo de "visitas em casa" e por isso tenho andado afastada. A prima esteve cá uns dias, o "sobrinho" e o afilhado, filhos dela, estiveram uma semana, e o afilhado pediu para ficar mais uma semana. Por isso, entre idas à praia, piqueniques em família e com o Rancho, e passeios à noite sobra-me pouco tempo para "ser mais eu"...  Ainda assim tenho duas peripécias, desta vez minhas, para vos contar. 

Primeira: Aos 44 anos de idade descubro que sou muito provavelmente e pelo que li e pesquisei na net, alérgica ao álcool. Já várias vezes aqui disse que nunca apanhei um pifo nem costumo beber. Gosto de algumas bebidas alcoólicas mas nunca passei do bebericar ligeiramente. Ora um destes dias, a seguir ao último ensaio do Rancho, cheguei a casa morta de calor e com uma vontade doida de beber alguma coisa fresca. Vou ao "frigas" e vejo na porta uma lata de Somersby que eu adoro. Pego em dois copos, divido aquilo por dois para partilhar com a metade e toca de beber a minha parte. Soube-me maravilhosamente... mas só até esvaziar o copo. Antes que eu me apercebesse o marido manda-me ir ver ao espelho. A minha cara estava toda abrasada, cheia de manchas vermelhas, vergões e pápulas. Comecei muito rapidamente a sentir a cara literalmente a arder, a pele até me doía de tão quente que estava. Fui molhar o rosto, bebi uma copo de água gelada, mas nada acalmava o abrasão... Deitei-me. Comecei a sentir as pernas dormentes... E o marido já assustado, porque a minha pessoa já teve dois ataques de urticária seguidos no espaço de uma semana (inchei toda, até o nariz e a garganta)... fui à net, e percebi que devia tomar um dos meus anti-histamínicos e a coisa lá acalmou! Vá riam-se de mim! Eu própria já estou farta de me gozar! Não é normal! Só eu! Quem me manda andar nos "copos" aos 44 anos?

Segunda: A prima tem um amigo pescador que lhe deu duas raias fresquinhas acabadas de pescar. Ora estando a prima cá em casa os peixinhos ficaram por cá. Claro que tive de os arranjar eu mesma. Tendo em conta que fui ajudante de peixeira antes de casar achei que não devia ser muito difícil mas a verdade é que eu nunca tinha arranjado uma raia nem fazia a mínima de como era. Fui à net, vi uns vídeos e com a ajuda do meu pai metemos mãos à obra. Faltava-nos a areia para tirar a gosma dos peixinhos por isso foram esfregados a escova de unhas e muita água corrente. Depois foi preciso esquarteja-los, a cabeça e a causa não se comem, a pele parece lixa mas não magoa, só é preciso ter cuidado com os espigões que as bichinhas tem no dorso e na parte de cima da cauda, pensei eu. Tudo isto deve ser feito com luvas, que eu achei desnecessário, até porque detesto usa-las. E o resultado foi este, olhem  o estado em que fiquei com as mãos: 

IMG_20160725_200103.jpg

Fiz um peeling à força! Parecem lixa! Tocar no que quer que seja é uma tortura porque prende em tudo.... Sou ou não sou esperta? Espertíssima! Mas agora para me vingar vamos come-las de castigo! Todinhas! Ora toma! 

sinto-me: Gozona!
publicado por soumaiseu às 11:52

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Sexta-feira, 15 de Julho de 2016

Ritanhês!

Quando estou cansada a minha petiz gosta de me dar miminhos e dá-mos mandando-se para cima de mim...

-Tu és tão bruta, Rita! 

- Tu é que estás fraquinha...

(Pois claro! Ora que raio de ideia! A culpa é minha que não aguento com um amasso de 37 quilos, mínimos, em cima!)

 

Ao deitar:

- Mamã, não quero que tu morras!

- Amor, tu sabes que as pessoas não sabem quando morrem e não podem viver eternamente... um dia vai chegar a minha vez.... mas prometo que vou tentar que seja o mais tarde possível, pode ser?

...............

- Mamã, quando eu morrer podes pedir a Jesus que me arranje um beliche triplo?

- Para quê????!!!!

- Para ficarmos os três juntos, o papá fica por baixo, eu no do meio e tu em cima... Ou ao contrário senão ainda te matas!  

(Piada alusiva ao facto de eu ser muito trapalhona e propensa a quedas...)

sinto-me:
publicado por soumaiseu às 14:59

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Julho de 2016

Um passo na direcção certa!

Tenho uma amiga com quem perdi o contacto há já alguns anos. Conhecemo-nos na faculdade e apesar do seu mau feitio e da sua antipatia inata eu engracei desde logo com ela. O que é certo é que nos tornámos grandes amigas e partilhámos grandes momentos das nossas vidas, como os nossos casamentos, a primeira gravidez, os baptizados dos petizes, até mesmo férias em conjunto.... Até ao dia em que eu resolvi afastar-me. Há alturas na nossa vida em que somos obrigados a tomar uma posição, eu não me sentia bem, nem comigo, nem com ela, nem com os outros. Tinha acabado de ter a minha filha, sentia-me "redonda", a minha amiga estava esbelta, linda como sempre, mesmo depois de ter tido dois filhos. Fiquei desempregada, o marido dela, hoje ex, olhava para mim com ar de censura, como se eu agora fosse uma "ociosa profissional", nas atitudes dele estava escrito "não trabalhas porque não queres", as minhas finanças não estavam no seu melhor, acompanhar os meus amigos em certas actividades era algo que eu não podia fazer e explicar-lhes porquê estava fora de questão porque eu não sentia abertura suficiente para isso nem estava para lá virada. E a complicar tudo isto juntou-se a aproximação de uma outra colega de faculdade, alguém que tinha sido igualmente próxima apesar de haver sempre entre nós todas alguma fricção, alguém que de repente começa a ganhar terreno e a ser a preferida para tudo. Senti-me repudiada, posta de parte e preterida. Afastei-me, sem ondas, sem remorsos. Tinha de ser. Era a coisa certa a fazer. E assim andei nestes últimos anos, tendo noticias dela através de uma outra amiga comum, até saber que a minha amiga passava por momentos maus. No mesmo espaço de tempo a mãe foi operada duas vezes a um cancro de mama, o pai morreu e ela e o marido divorciaram-se. Por muito que queiramos manter-nos afastadas, quando se "empatiza" com alguém como eu, é quase impossível ficar alheia a tudo isto. Senti desde logo que tinha de me reaproximar. Uma das nossa últimas actuações foi na zona onde ela mora, mandei-lhe uma SMS a sugerir que nos fosse ver. E no dia lá estava ela. Fiquei nervosa. Não conseguia evitar. "Recebeu-me" bem, conversamos o possível naquelas condições, foi bom! Senti-me bem comigo mesma por ter dado um passo na direcção dela, e pela primeira vez concordei com uma das suas frases mais usadas " Há coisas que nunca mudam..." É verdade! Há coisas que nunca mudam. E ainda bem que assim é. Acabei de reavivar a chama de uma pequena vela... só tenho de a manter acesa e impedir que se apague... se Deus quiser havemos de consegui-lo juntas! 

sinto-me: Bem!
publicado por soumaiseu às 13:02

link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Julho de 2016

Nem só a minha Rita....

... faz marotices, os pais tem dias em que inadvertidamente também dão o ar da sua graça.  Eu conto-vos. Domingo foi dia de jogo, Portugal foi campeão. O que vocês não sabem é que para os "borguistas" do Rancho foi também dia de ir ver um espectáculo do Saul à Bobadela. Sim, é verão, e nós fazemos isto muita vez. Enchemos os carros de gente borguista, desde "avós" a miúdos e galfarros e lá vamos nós. Ora tendo sido Portugal campeão o espectáculo atrasou e teve sempre muito virado para o clima que se adivinha. Em palco bandeiras de Portugal, o Saul muito empenhado em comemorar com o público a nossa vitória e a dada altura lembra-se de puxar pelos outros maiores clubes nacionais: Porto, Sporting e Benfica. Estão a ver o caos, certo? No nosso grupo há de tudo e ninguém se incomoda com isso. Cada um puxa a brasa à sua sardinha e assim lá se vão entendendo. Antes desta confusão o Saul tinha atirado uma t-shirt ao publico que o marido apanhou. E logo veio por-se à nossa frente uma miúda galfarra, que se meteu literalmente no meio de nós, convencida que a próxima t-shirt viria novamente para ali. Tonta! Obvio que não veio, mas entretanto ela foi-nos dando com o cachecol de Portugal nas trombas mais vezes do que aquelas que conseguimos contar enquanto gritava pelo clube dela , o Benfica, e fazia picadinho dos pés do meu marido que estava de sandálias... Ora quando o Saul puxa pelo Benfica, chegou a nossa vez, e porque o nosso grupo "Rancheiro e borguista" já a tinha topado resolvemos vingar-nos... Cantamos a plenos pulmões todos em uníssono o cântico do Benfica, mas na versão adulterada, aquela em que se chama coisas muito pouco simpáticas ao pessoal vermelho... A miúda olhou para nós, viu um bando de gente louca e esquesita a cantar em cima dela, deve ter achado que não era seguro continuar no meio de nós, e por isso desapareceu....  Pronto, nós pais e borguistas rancheiros também temos alturas em que nos sai o "Ritanhês"! 

sinto-me: Divertida!
publicado por soumaiseu às 11:42

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Terça-feira, 12 de Julho de 2016

Detesto...

Gente que se considera muito ocupada e por isso empurra com a barriga, que é incapaz de pedir ajuda e ainda assim espera que os outros façam só porque sim... E depois quando fazemos afinal está tudo mal, e não era nada assim que queriam as coisas feitas! Ai que raiva! E olhem que eu sou das primeiras a fazer, se é preciso ajudar eu ajudo, mesmo que não mo digam directamente! Mas que fique registado, a partir de hoje não faço mais nada! Que se f...m todos! Não quero saber! Façam-no eles! Não estão a perceber nada, pois não? Peço desculpa mas... é mesmo assim! Não posso dizer muito mais....

sinto-me: Enraivecida!
publicado por soumaiseu às 16:01

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito (1)
|
Segunda-feira, 11 de Julho de 2016

Ganháááámos!

 

Portugal Campeão.jpg

 

(Foto retirada daqui

Desenganem-se os que pensam que sou aficionada do futebol, não sou, não percebo nada da coisa, nem faço tenções de perceber. Mas tenho em casa gente que ama o futebol, um marido que chora de alegria com as vitorias suadas e que se emociona com as vozes unidas do Hino Nacional, uma filha que grita que nem uma perdida quando é marcado um golo, um pai que se cola ao televisor com o ar de um menino que espera uma gulodice. O que eu gosto do futebol é esta vontade de vencer que nos é transmitida, um querer chegar lá porque achamos que temos direito à vitoria, à nossa vitória. É o conseguir unir uma nação inteira num único suspiro, mesmo aqueles que desdenham deste nosso cantinho à beira mar plantado. É o orgulho que se sente nesta gente que vai lá dar o seu melhor e acredita! Acredita de alma e coração! E faz! E consegue! Hoje somos bons! Hoje somos os melhores! Somos Portugal! Somos portugueses! Somos Campeões! 

sinto-me: Orgulhosa!
publicado por soumaiseu às 12:39

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito (1)
|

.mais sobre mim

.FAZ-TE YOUZZER!

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Estou de volta...

. Sobre mim...

. As Ritas...

. Eu e os...

. Ritanhês (On hollidays co...

. Sim eu sei...

. Ainda sobre o Baile de Fi...

. A Lola e a Mica

. Mimos....

. Finalista 1ª ciclo

.últ. comentários

Bem vinda de novo!Às vezes é preciso um afastament...
Agora até me deixaste com lágrimas nos olhos. A sé...
É um pouco como voltarmos atrás no tempo... e de r...
Bom dia Catarina! Costuma encontrar-se à venda nas...
I´m back....
Where are you?
Olá alguem me sabe dizer onde comprar este tipo de...
Beijocas

.favoritos

. 15 Conselhos sobre Escrit...

. Sim tenho vagina, não não...

. Disparates....

. sabem aquela mulher que m...

. O que fiz no domingo?

. E o Resto Que Se Lixe

. O anuncio que hoje me fez...

. Toda as mortes são premat...

. O Pai Natal

. Às estrelinhas do nosso C...

.links

.tags

. todas as tags

.arquivos

. Novembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Fevereiro 2011

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.pesquisar

 
blogs SAPO

.subscrever feeds